‘Nem FU’: Neymar nega convite bilionário: as razões surpreendem

Atualizado :

As estratégias da Liga Saudita de criar um futebol competitivo seguem focadas em abocanhar grandes nomes do esporte internacional. Neymar ouviu proposta indecorosa, mas tem muitas razões para permanecer na Europa. Veja aqui os motivos.

Fonte: Internet/Reprodução

‘Quem vai é coelho’! Esse dito popular, famoso pros lados da Bahia, serviria facilmente pra ilustrar a reação de Neymar ao receber a sua mais última proposta indecente: ele haveria sido mais um dos top atletas cooptados para jogar na Liga Saudita, a peso de ouro. Mas o menino Ney sabe o que é boa vida e teria declinado a oferta sem precisar pensar muito.

Fim do contrato com PSG

Segundo o jornal francês Foot Mercato, especializado em transações e especulações de acordos futebolísticos, o contrato de Ney com o PSG terminará juntamente com o fim da temporada, época certa para começarem as movimentações e acordos sobre os próximos passos da carreira. Os sauditas, de olho nos grandes nomes do futebol mundial, e interessados em fortalecer o futebol do oriente médio, teriam oferecido um contrato de 400 milhões de euros (equivalente a 2 bilhões de reais), coisa que o ídolo brasileiro teria negado ‘na lata’.

Croissants no Sacre Coeur

“Não está interessado”. Encher os bolsos pra aguentar o calor do deserto, tal qual os passos de seu colega de profissão, Cristiano Ronaldo, não está nos planos de Neymar. Fontes afirmam que o jogador está muito bem adaptado ao clima da Europa, podendo fechar acordo com um clube inglês de peso: possivelmente o Manchester United, que já cresce o olho com a possibilidade. Além das delícias do inverno europeu, Neymar acredita ainda poder jogar um futebol de excelência, à altura das grandes Ligas Europeias. No United ele ainda teria o prazer de jogar com conterrâneos como Casimiro e Antony. Fora isso, dinheiro não tem sido um problema para Ney, podendo escolher qual proposta aceitar.

Essa moda de jogar nas Arábias

A Copa no Qatar definitivamente abriu o elo do futebol ocidental com os negociantes do Oriente. Cada vez mais focados em apresentar um futebol competitivo, o qual possa fazer parte de grandes torneios internacionais, os Sauditas não têm poupado esforços em abocanhar grandes nomes dos gramados. Cristiano Ronaldo foi o primeiro a aceitar o convite, e tem sofrido com o choque cultural, além de não apresentar tão bons resultados assim que justifiquem a contratação a peso de ouro. Lionel Messi anda meio lá, meio cá. Também de olho no fim do contrato, o argentino tem tido dificuldades em definir o rumo de sua carreira, possivelmente tentado pelas promessas bilionárias que os caras de turbante andam esfregando na sua cara: será que a crise do Peso Argentino o faria cometer essa loucura? Aguardemos os próximos passos das grandes estrelas do futebol. Fique ligado nas novidades do PSG através da rede oficial no Twitter: Esporte e Mídia precisa de você! Colabore através de sugestões de pautas para nossa equipe.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 18 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Destaques > ‘Nem FU’: Neymar nega convite bilionário: as razões surpreendem