Nada de salto alto! Abel quer seriedade no Palmeiras

O técnico português Abel Ferreira elogiou o comportamento sério da sua equipe em vitória diante do lanterna Coritiba, em jogo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Não dando oportunidade para a equipe paranaense pensar em reação, o Verdão venceu em casa por 3 a 1, conquistou mais 3 pontos e mantém perseguição ao líder Botafogo.

Seriedade. É isso que deseja e foi isso que o técnico Abel Ferreira viu dos seus comandados na vitória de 3 a 1 diante do fraquíssimo (e lanterna) time do Coritiba. Após a partida, Abel comentou que “São jogos como esse que metem à prova o caráter da equipe, a seriedade. Era fundamental ser sério e jogar simples. Às vezes há a tendência de facilitar contra equipes em que o Palmeiras é claramente superior”.

De fato, quem assiste ao Palmeiras jogar, sabe que o técnico pede empenho e seriedade em todos os jogos. Seu comportamento às vezes explosivo na área técnica não deixa seus jogadores esfriar o sangue. Abel cobra foco total e seriedade na disputa de cada bola. Essa postura tem feito o Palmeiras um time competitivo e vencedor.

Abel se sente perseguido

Nessa mesma entrevista que elogiou a seriedade dos seus jogadores e exaltou o espírito competitivo deste Palmeiras, Abel voltou a falar da relação dele com os árbitros e diz que começou a ser visado e perseguido pela arbitragem, que lhe mostra muitos cartões amarelos por causa do seu comportamento competitivo e às vezes explosivo na beira do gramado. 

Abel disse também que este tipo de perseguição tem encontrado espaço em setores da imprensa: “Eu reparo que muita gente gosta de ter o Abel na boca. Os próprios comentaristas sempre falaram dos amarelos, não sei o quê. Sinceramente, há uma coisa que vocês têm que entender: sou um treinador intenso nas quatro linhas. Isto não vai mudar, quando mudar eu vou deixar de ser treinador”.

O português lamentou que, às vezes, a sua “intensidade” vira o assunto principal de um pós jogo e isso acaba por tirar o foco das vitórias e conquistas dos seus comandados: “Fiquei muito triste no último jogo, porque quando sou expulso, não falam da consistência da equipe. (…) Eles (os jogadores) que correm, fazem o gol, eles merecem os holofotes”.

Abel e Palmeiras: alta intensidade e vitórias

O técnico português já está na história palmeirense. Fora o Mundial de Clubes, Abel venceu pelo menos uma vez todos os troféus que disputou pelo Palmeiras. A sua intensidade à beira do gramado é um dos pontos que explicam o triunfo do seu desempenho frente ao Verdão. É certo que o jovem treinador português extrapola em alguns momentos, mas é certo também que a sua intensidade e a sua seriedade fazem do Palmeiras um time vencedor. Abel não quer salto alto, Abel quer seriedade e competitividade para os jogadores que vestem a camisa do Palestra Itália.

Confira mais notícias do Verdão no Twitter oficial do clube:

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Destaques > Nada de salto alto! Abel quer seriedade no Palmeiras