Saradas e Cibernéticas: Google fecha parceria com Seleção Feminina de Futebol da Alemanha

Atualizado :

Quase que de última hora, Gigante da Tecnologia anuncia parceria com Seleção Alemã para a Copa Feminina. Com produção de conteúdo exclusivo sobre as atletas no evento, o objetivo da empresa é divulgar nova linha de produtos da empresa.

Ás vésperas da estreia da Copa do Mundo Feminina de 2023, na Austrália e Nova Zelândia, o Google anunciou uma parceira inusitada com a Seleção Feminina: eles irão patrocinar a equipe, ganhando os direitos de exibição da marca nos telões de LED dos campos onde irão acontecer as competições. A parceria deve durar 3 anos.

Apresentando o Google Pixel

Além de poder atrelar o nome à campanha da seleção durante o evento, a empresa anunciou que deverá produzir conteúdo exclusivo sobre a equipe in loco. O objetivo de tamanha divulgação é apresentar o Google Pixel, linha de produtos tecnológicos que promete intensificar a concorrência mercadológica de smartphones e seus utensílios. Com produtos que já se encontram disponíveis para venda, a premissa desse novo braço da Gigante Tecnológica é promover a interação das pessoas com a Inteligência Artificial de modo mais abrangente, de forma a facilitar a vida de todos. Como Apple e Samsung vão reagir a isso?

Seleção Alemã Feminina de Futebol

Tida como uma das mais fortes no esporte, a Seleção Feminina Alemã acumula oito títulos europeus e algumas Copas do Mundo. Além disso, é o único país que já ganhou simultaneamente os mundiais de ambos os gêneros. Isso acontece porque, desde 1990, o país se dedicou a fortalecer a modalidade entre as mulheres, ao lançar a Bundesliga Feminina. Essa atitude permitiu o desenvolvimento de inúmeros clubes e também de atletas dentro do país, marcado hoje por uma intensa corrida pela desassociação do seu passado tenebroso.

A Banda toca diferente no Brasil

Se no Brasil o futebol feminino nunca foi proibido, tampouco é estimulado. É comum vermos apelo de grandes atletas do segmento pedindo ajuda, cujas contas bancárias estão longe de se assemelharem aos grandes figurões da modalidade masculina. O último baque sofrido na área foi a notícia de que a Rede Globo, apesar da belíssima campanha que está fazendo para divulgar o Mundial, enviará apenas 17 profissionais para cobrir o evento: 83% a menos do que o número enviado para a Copa do Qatar. Que dureza!

Copa do Mundo Feminina de Futebol

A largada será dada no dia 20 de julho, com 32 seleções disputando a primeira fase do evento, que acontece na Austrália e Nova Zelândia. O fuso horário irá prejudicar a transmissão dos principais eventos, que no Brasil acontecem no final da madrugada. Pertencente ao grupo H, a Alemanha estreia contra Marrocos no dia 24/07 às 04:30h. Já o Brasil, no Grupo F, encara o Panamá um dia antes, 23/07 às 08:00h. Para assistir tomando café! Se você ficou interessado pela linha de produtos da Google, acompanhe as novidades pela conta oficial da empresa no Twitter:

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 19 de Junho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Destaques > Saradas e Cibernéticas: Google fecha parceria com Seleção Feminina de Futebol da Alemanha