Deram as contas! Pia Sundhage está demitida da Seleção Brasileira

Publicado :

A CBF anunciou a demissão da técnica Pia Sundhage, após a eliminação do Brasil na Copa do Mundo Feminina de 2023. A demissão da sueca, que chegou ao Brasil em 2019 com a missão de levar a equipe de volta ao topo do futebol feminino mundial, foi uma resposta à campanha decepcionante na Copa, na qual o Brasil foi eliminado na fase de grupos.

A CBF anunciou na última quarta-feira a demissão da técnica sueca Pia Sundhage, após a eliminação da seleção brasileira feminina na Copa do Mundo de 2023. Pia foi chamada na sede da entidade, para uma reunião com o presidente Ednaldo Rodrigues, no Rio de Janeiro, tendo ficado por lá cerca de duas horas.

Decepcionante

A decisão da CBF não foi à toa: após uma campanha decepcionante da seleção brasileira na Copa do Mundo, isso já seria o esperado. Vale lembrar que o Brasil foi eliminado ainda na fase de grupos, após perder para a França por 2 a 1 e empatar com a Jamaica por 0 a 0.

Sair tão cedo, em um país cuja cultura futebolística é internacionalmente conhecida e motivo de orgulho interno, foi um duro golpe para as expectativas que estavam depositadas na seleção. 

Acreditaram piamente

Pia Sundhage chegou ao país em 2019 com o currículo de bicampeã olímpica juntamente à Seleção dos Estados Unidos, e tinha a missão de levar o Brasil de volta ao topo do futebol feminino mundial. Não rolou.

Em seu período à frente da seleção, Pia conquistou a Copa América de 2022, mas não conseguiu levar o Brasil muito mais adiante do que isso.

Bola pra frente

Apesar da demissão de Pia o trabalho seguirá, pois a CBF tem o compromisso oficial em incrementar o futebol feminino no Brasil. A entidade anunciou que irá investir R$ 100 milhões na modalidade nos próximos quatro anos.

Apesar da decepção com o desempenho do Brasil, a Copa do Mundo foi um êxito, o qual abriu portas para o crescimento da modalidade feminina no país. A competição bateu recordes de audiência, de público engajado nas redes sociais e entrou no ranking de eventos mais lucrativos das Casas de Apostas, provando que, ao contrário do que se imaginava, todo mundo está interessado em mulheres no futebol.

Agora, os planos futuros da CBF para a seleção brasileira feminina incluem a preparação para as Olimpíadas de Paris, já tendo sido iniciado o processo de busca de uma nova comissão técnica para comandar a equipe.

Acompanhe a Seleção Feminina no Twitter:

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 20 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Destaques > Deram as contas! Pia Sundhage está demitida da Seleção Brasileira