Faraó do crime? Ronaldinho Gaúcho aparece e é obrigado a responder perguntas na CPI das pirâmides financeiras

Publicado :

Ronaldinho Gaúcho foi convocado pela CPI das Pirâmides Financeiras para prestar esclarecimentos sobre sua participação na empresa 18K Ronaldinho, investigada por aplicar um golpe com criptomoedas. O ex-jogador negou envolvimento com a empresa, mas afirmou que teve o nome usado indevidamente pelos proprietários.

Na manhã desta quinta-feira, 31 de agosto o ex-jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho compareceu à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga pirâmides financeiras no Brasil. Ele foi convocado para esclarecer sua participação na empresa 18K Ronaldinho, acusada de aplicar um golpe com criptomoedas. Ronaldinho já vinha sendo investigado desde março, mas havia faltado a duas convocações anteriores, o que motivou o pedido de uma condução coercitiva.

CPI das Pirâmides Financeiras

A CPI das Pirâmides Financeiras teve início em fevereiro, como forma de investigar esquemas fraudulentos que prometiam rendimentos exorbitantes a investidores. O ex-jogador é apontado como um dos sócios da 18K Ronaldinho, que prometia retornos de até 2% ao dia. Ronaldinho já havia sido alvo de um mandado de apreensão de passaporte, expedido pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e já havia sido preso em 2018, no Paraguai, por uso de passaporte falso.

Apareceu a margarida

Ao comparecer à CPI, Ronaldinho negou qualquer envolvimento com a empresa 18K Ronaldinho. Ele afirmou também ser vítima, tendo sido o seu nome utilizado indevidamente pelos proprietários da empresa. Revelou ainda jamais ter autorizado o uso de sua imagem:

“Não é verdade que sou fundador e sócio-proprietário da empresa. Eu nunca fui sócio da empresa. Os sócios utilizaram indevidamente o meu nome para criar a razão social dessa empresa. Inclusive eu já fui ouvido pelo MPSP e pela PCRJ, na condição de testemunha. Eu jamais autorizei a utilização do meu nome e imagem pela empresa”, afirmou.

Atenzione Pickpocket

As pirâmides financeiras são esquemas fraudulentos que se sustentam com a captação de novos investidores. Os investidores iniciais recebem os lucros prometidos com o dinheiro dos novos investidores, que acabam sendo os únicos a perder dinheiro, já que o sistema é insustentável. No Brasil, as pirâmides financeiras são um problema recorrente. Em 2022, o Ministério da Justiça identificou mais de 200 empresas suspeitas de atuar com esse tipo de esquema.

Cuidados Básicos

Para evitar cair em uma pirâmide financeira, desconfie de promessas de ganhos fáceis. As pirâmides financeiras normalmente oferecem retornos muito altos, que são incompatíveis com o mercado financeiro. Outro sinal de alerta é a falta de transparência da empresa. Costumam ser iniciativas obscuras e não fornecem informações claras sobre a forma com que atuam.

Acompanhe a repercussão sobre o tema no Twitter:

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 13 de Junho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Destaques > Faraó do crime? Ronaldinho Gaúcho aparece e é obrigado a responder perguntas na CPI das pirâmides financeiras