O dia que Guardiola fez Jesus chorar. “Quis ir embora”, revela atacante

Henrique Neves

Publicado :

Em participação no podcast “Denilson Show”, o atacante ex-Manchester City revelou o dia que o treinador Pep Guardiola o fez chorar e querer deixar o clube. Ao fim da temporada 2021/22, Jesus realmente deixou o City e se transferiu para o Arsenal.

Gabriel Jesus foi muito novo para o Manchester City. Fenômeno das categorias de base do Palmeiras, campeão Brasileiro em 2016, o atacante logo chamou atenção de grandes clubes europeus e houve disputa entre eles para ver quem é que ia assinar com a jóia brasileira, que despontava para o futebol profissional. Depois de algumas ligações e uma oferta que agradou ao jogador e ao clube paulista, Jesus assinou com o Manchester City treinado por Pep Guardiola

Jesus chorou

Apesar de ter sido muitas vezes campeão pelo City, Gabriel Jesus nunca chegou a carimbar a vaga de titularíssimo no time treinado por Guardiola. É verdade que Pep não repete muitas escalações, mas tem, como qualquer treinador, um certo número de atletas que formam a espinha dorsal do seu time. Jesus nunca esteve plenamente nesta espinha dorsal, apesar de ter feito excelentes temporadas pelo Manchester City.

Em sua participação no podcast “Denilson Show” na quarta-feira (5), Jesus revelou alguns momentos que deixou na pilha com o técnico catalão. Um desses momentos foi quando, durante a fase de grupos da UEFA Champions League de 2021/22, contra o PSG em Manchester, Guardiola teve uma atitude que levou Gabriel Jesus tão frustrado que o atacante não se conteve e chorou.

Depois do choro, assistência e gol contra o PSG

O incidente aconteceu quando Guardiola decidiu escalar ucraniano Zinchenko, que é meio campista de origem, como falso 9, deixando Gabriel Jesus no banco. O brasileiro ficou magoado com a decisão, pois nem mesmo Zinchenko havia treinado para essa posição. Gabriel Jesus desabafou sobre como isso o afetou emocionalmente, relatando que ficou tão abalado que ligou para sua mãe, dizendo a ela que seu limite teria chegado e que ele queria deixar o clube.

Quis o destino, porém, que  Guardiola o chamasse do banco de reservas para entrar em campo e ajudar a equipe, em um jogo muito complicado. Jesus entrou muito bem. Ele foi o responsável por uma assistência e fez, ele mesmo, um gol. O City venceu o PSG por 2 a 1 graças a excelente atuação de Jesus.

Gabriel Jesus comentou que essa situação se repetia muito, onde ele era deixado de fora das escalações de Guardiola. Essa experiência levou o jogador a tomar a decisão de sair do Manchester City no final daquela temporada. Jesus levantou nada menos que 11 troféus com a camisa do City, jogando lá entre 2017 e 2022.

Mudança para o Arsenal

Desde de meados de 2022 que Gabriel Jesus joga no Arsenal, equipe londrina que nesta temporada 2022/23 fez excelente campanha na Premier League, liderando por muitas rodadas a liga mais difícil do mundo, e disputando de forma ferrenha o título com o seu ex-clube, que afinal sagrou-se novamente campeão.

Acompanhe Gabriel Jesus no Twitter:

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 22 de Junho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Últimas Notícias > O dia que Guardiola fez Jesus chorar. “Quis ir embora”, revela atacante