Globo na mira da justiça: Cade investiga monopólio na transmissão do futebol

O Cade, Conselho Administrativo de Defesa Econômica, desengavetou uma investigação que busca entender os artifícios utilizados pela Rede Globo para garantir a exclusividade na transmissão de partidas de futebol do Campeonato Carioca. Agora a emissora terá de provar se existe ou não algum monopólio.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o Cade, o qual estava sem diligências desde 2021, resolveu retomar um inquérito para investigar um suposto caso de monopólio da Rede Globo, na transmissão televisiva de futebol no país.

A notícia é do F5, que afirmou que a Federação de Futebol do Rio de Janeiro, a FERJ foi procurada pelo Cade, no sentido de retomar o andamento do inquérito. Os órgãos vivem uma briga na justiça desde 2020: o desentendimento contra a emissora é pela rescisão unilateral do Campeonato Carioca daquele ano.

Além disso, Flamengo, Red Bull Bragantino e Athletico Paranaense também foram procurados.

Briga na justiça

Os procuradores do Cade solicitaram à FERJ a entrega de documentos e detalhes dos contratos dos torneios organizados pela Federação. Foi solicitado também informações que ajudem a entender como o Grupo Globo se organiza durante as negociações de grandes eventos, como o Campeonato Brasileiro. Vale ressaltar que a supremacia da emissora é antiga no que se refere ao privilégio de transmissão do futebol no país, e é exatamente por isso que é necessário haver uma investigação que apure a forma com a qual isso acontece.

“O Cade queria saber em quais circunstâncias se deu a rescisão do contrato com a Globo após a edição da Medida Provisória 934. Explicamos a cronologia dos fatos e indicamos que os detalhes acerca da questão estão especificados nas ações movidas pela Ferj/Clubes em face da Globo em razão da rescisão unilateral. Alertamos o Cade que os processos tramitam em segredo de Justiça. O órgão indicou que irá verificar junto ao judiciário a possibilidade de acesso”, relatou a Ferj através de um comunicado oficial.

Repercussão nas redes

Em relação ao Flamengo, o Cade busca entender se o time sofreu alguma represália, dado ao fato de terem optado por não fechar contrato com a emissora, no Campeonato Carioca de 2020. Naquele ano, a equipe decidiu fazer a transmissão dos jogos através do Youtube, o que revela que havia, sim, algum desacordo entre as partes.

Veja alguns tweets destacados que falam sobre essa investigação:

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Destaques > Globo na mira da justiça: Cade investiga monopólio na transmissão do futebol