Comentarista ESPN faz forte desabafo após morte de torcedora: “O Brasil tem uma relação odiosa com o futebol”

Atualizado :

O jornalista e comentarista Gustavo Zupak, conhecido por emitir sempre opiniões fortes sobre temas delicados do futebol brasileiro, fez um contundente desabafo em sua participação no programa Sportscenter. Para ele, o Brasil não é o país do futebol.

O caso da morte da jovem torcedora palmeirense, Gabriela Anelli, de 23 anos, vitimada por cacos de vidros arremessados em briga de torcidas de Flamengo e Palmeiras causou indignação no ambiente futebolístico nacional. A jovem foi ferida no último domingo, dia 9, e não resistiu aos ferimentos e veio a falecer no dia 10, para tristeza e comoção da sua família e seguramente de todos que gostam e torcem para que o futebol seja veículo de felicidade para o povo, e não de gestos e sentimentos de ódio.

Zupak desabafa

O jornalista da ESPN Gustavo Zupak usou uma parte importante do seu tempo no programa Sportscenter para fazer um importante desabafo e alertar o país sobre a epidemia de violência que tem existido ao redor do futebol. Zupak, visivelmente indignado, listou acontecimentos violentos que rondam o futebol brasileiros nos últimos 20 dias.  

O jornalista listou os atos de vandalismos que fizeram as autoridades fecharem os estádios da Vila Belmiro e São Januário. Zupak também mencionou o ato coercitivo de alguns torcedores do Corinthians que fez com que o time não pudesse sair do ônibus para ir para o hotel, em Santos. Ele também sublinhou a ação violenta de 7 torcedores corintianos que invadiram um motel e agrediram fisicamente e ameaçaram de morte o atleta Luan

Relação odiosa

Por fim, Zupak falou sobre a morte da jovem torcedora Gabriela e como, infelizmente, este tipo de tragédia não é um caso isolado: “A gente está falando de violência, de briga, de guerra e de ódio o tempo inteiro. Em todas as esferas… E isso diz muito. Isso diz mais da relação do brasileiro com esse esporte do que propriamente só de uma falha de segurança no caso específico da Gabriela”.

“É preciso fazer uma reflexão muito grande da relação do brasileiro com o futebol. Ela é uma relação odiosa. Não venham dizer que o Brasil é o país do futebol… Porque hoje não é”, completa Zupak, visivelmente contrariado em ter que dizer o óbvio.

Acompanhe o excelente jornalista e comentarista Gustavo Zupak no Twitter:

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 16 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Destaques > Comentarista ESPN faz forte desabafo após morte de torcedora: “O Brasil tem uma relação odiosa com o futebol”