Mais e mais perto do horror! UOL solta hoje o terceiro “O grampo de Robinho”

Publicado :

O segundo episódio de "Os grampos de Robinho" foi publicado pelo Portal UOL em 20. O terceiro será lançado hoje, dia 23 de junho. Usando áudios inéditos e exclusivos, UOL vem mostrando como o jogador Robinho e seus amigos se comportaram enquanto eram acusados e investigados por estupro coletivo de uma jovem albanesa.

Na última terça-feira, 20 de junho, exatamente no mesmo dia em que a Seleção Brasileira jogou e perdeu contra Senegal, o portal UOL lançou o segundo de uma série quatro episódios de “O grampo de Robinho”, podcast que expõe as entranhas cruéis de um ex-jogador da Seleção Brasileira, que representou as coisas nacionais em duas Copas do Mundo, as de 2006 e 2010.

Primeiro e segundo episódios

Se a primeira parte de “O grampo de Robinho” gerou desconforto e repulsa em muitas pessoas em relação ao jogador brasileiro, o segundo episódio significou adentrar ainda mais na escuridão da mente doentia de Robinho e seus amigos, pois o desprezo que demonstram sobre a gravidade do crime que cometeram é de horrorizar qualquer pessoa minimamente sã.

UOL, no segundo episódio, seguiu apresentando mais minutos das gravações exclusivas de interceptações telefônicas feitas pela polícia italiana envolvendo o jogador e seus amigos, que estavam sendo investigados por um caso de estupro coletivo de uma jovem mulher albanesa.

​​Em trecho destacado pelo próprio site do UOL, um dos amigos de Robinho, o músico Jairo, diz para o jogador: ”Mas peraí, eu vi que você pôs o pau na boca dela”. Rindo, gargalhando, o ex-jogador do Milan responde a Jairo: “Isso aí não é transar, isso aí não é transar!”.

Terceiro episódio

UOL anunciou que “O grampo de Robinho” possui seis episódios. Até o momento, conhecemos “Riso à noite” (1º) e “Choro pela manhã” (2º). Hoje saberemos o que mais há de vir. É certo que mais áudios dos jogadores serão divulgados. Estaremos mais e mais perto do horror. 

Relembre o crime

De acordo com a justiça italiana, Robinho e cinco amigos cometeram um crime de estupro coletivo em 22 de janeiro de 2013, dentro de uma boate chamada Sio Cafe, em Milão.

Enquanto as investigações estavam ainda em fase inicial, três amigos de Robinho deixaram a Itália e não foram processados. Ricardo Falco e o então jogador do Milan permaneceram no país a tempo de serem investigados após a fase preliminar e, com a condução de todo o processo do início ao fim, eles foram condenados a 9 anos de prisão.

A condenação passou por todas as etapas do sistema judicial italiano e foi finalizada em janeiro de 2022, quase 10 anos após o crime ter sido cometido. A sentença deve ser cumprida, pois todos os recursos da defesa já foram esgotados.

Enquanto o processo estava em andamento, Robinho voltou ao Brasil. Devido a uma lei brasileira que impede a extradição de cidadãos nacionais, o jogador conseguiu evitar a prisão na Itália. No entanto, desde o início de 2023, a justiça italiana tem buscado um acordo com a justiça brasileira para que Robinho cumpra sua pena em uma prisão no Brasil.

Siga acompanhando o excelente núcleo de jornalismo esportivo do UOL em seu Twitter oficial:

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 25 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Últimas Notícias > Mais e mais perto do horror! UOL solta hoje o terceiro “O grampo de Robinho”