Em jogo marcado por lesões, Carpini amarga a primeira derrota à frente do São Paulo

A Ponte Preta surpreende e vence o São Paulo por 2 a 0, encerrando sua invencibilidade no ano de 2024. O técnico Carpini lamenta lesões de jogadores, além de condições do gramado e refletores do Moisés Lucarelli, que influenciaram no desempenho do São Paulo, mas reconhece efetividade da Macaca.

No embate entre Ponte Preta e São Paulo pela fase de grupos do Campeonato Paulista, realizado no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, a Ponte Preta surpreendeu ao derrotar o São Paulo por 2 a 0, encerrando a invencibilidade do time tricolor nesta temporada.

A Ponte Preta mostrou determinação desde o início, com Gabriel Risso marcando um golaço aos 29 minutos do segundo tempo, após cobrança de escanteio. O segundo gol veio nos acréscimos, com Renato ampliando o placar e selando a vitória da equipe da casa.

Condições precárias

O técnico Thiago Carpini, do São Paulo, lamentou a derrota, destacando a eficácia do adversário. Carpini falou sobre as condições do gramado e os refletores, que atrapalham os atletas, mas reconhece os méritos da Macaca.

“Sabemos da dificuldade de enfrentar a Ponte Preta aqui. Acho que a dificuldade de adaptação ao gramado, mais alto, um pouco irregular. Os atletas reclamaram um pouco da iluminação também. São coisas que nós não controlamos e não foi por isso que perdemos. Mas são pontos a serem destacados. A Ponte foi mais efetiva”, analisou o técnico do São Paulo.

Mais lesões pra conta

Além disso, Carpini mencionou as lesões de Galoppo e Rato durante a partida, o que certamente afetou o rendimento do time e gera reocupação para o seguimento da temporada, sobretudo se considerarmos o número alto de desfalques que o time possui devido a lesões e desconfortos ainda no início do ano.

“No primeiro lance, Galoppo sentiu incômodo, ameaçou sair e foi muito guerreiro de ficar. Rato sentiu na segunda bola esse incômodo. Atleta fica receoso, não quer sair, quer continuar, mas também não consegue entregar tudo”, disse.

Liderança em risco

Com esse resultado, o São Paulo permanece na liderança do Grupo D do Campeonato Paulista, com 13 pontos, mas corre o risco de perder a posição caso os resultados de outros jogos não sejam favoráveis. Já a Ponte Preta sobe para a vice-liderança do Grupo B, com 12 pontos, dando um grande passo rumo à classificação para o mata-mata.

Ambas as equipes terão pouco tempo para digerir essa partida, já que voltam a campo na próxima quarta-feira pelo Campeonato Paulista. A Ponte Preta enfrentará o Red Bull Bragantino fora de casa, enquanto o São Paulo receberá o Santos no Morumbi para um clássico paulista.

Acompanhe notícias do São Paulo no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Brasileiro > Brasileirão Série A > Em jogo marcado por lesões, Carpini amarga a primeira derrota à frente do São Paulo