Presidente do Timão não quer saber de historinha e dá ultimado ao PSG por Moscardo

A transferência de Gabriel Moscardo do Corinthians para o PSG está ameaçada devido a uma lesão. O PSG adota cautela, enquanto o Corinthians dá ultimato, reavaliando a transação. O desfecho permanece incerto.

O que aconteceu?

A transferência de Gabriel Moscardo, promissor volante de 18 anos do Corinthians para o Paris Saint-Germain (PSG), está em risco de ser cancelada devido a uma lesão diagnosticada no jogador. O imbróglio recente acrescenta mais um capítulo à “novela” envolvendo o jovem atleta brasileiro.

No último capítulo dessa história, o presidente do Corinthians, Augusto Melo, decidiu dar um ultimato ao PSG. Melo ligou para representantes do clube francês e estabeleceu uma data-limite: se Moscardo não assinar contrato com o PSG até a próxima sexta-feira (12), o Corinthians quer que o jogador retorne ao Alvinegro, revertendo a transação.

O impasse começou quando Moscardo revelou recentemente um problema físico, o que levou o PSG a adiar a negociação. O volante está atualmente em Doha, no Qatar, para realizar uma operação no pé esquerdo, que o afastará dos gramados por até três meses.

Al-Khelaifi expressa preocupação

O presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, expressou preocupação com a situação, afirmando que, embora acreditem no potencial do jogador, a lesão exige cuidados e pode impactar a imediata integração do atleta à equipe francesa. A incerteza sobre a condição física de Moscardo levanta dúvidas sobre a continuidade da transferência, que já havia sido oficializada pelo Corinthians por um montante significativo, cerca de R$ 107 milhões.

“Ele é um jogador fantástico. Acreditamos muito nele e no seu potencial. Ele está ferido e precisa de uma operação, então temos que cuidar disso também. Estamos numa situação um pouco desconfortável com ele porque não podemos correr o risco de levar um jogador lesionado. Nós temos que esperar. Esta é a situação atualmente”, afirmou Nasser al-Khelaifi”, ao jornal francês L’Équipe.

Presidente era contra a venda de Moscardo?

O presidente do Corinthians sempre foi contra a venda de Moscardo, mencionando que atletas formados na base são fundamentais para o clube. A venda foi conduzida durante o mandato de seu antecessor, Duilio Monteiro Alves. Agora, com a lesão do jogador, o Corinthians reconsidera a transação, buscando assegurar o melhor interesse do atleta e do clube.

A postura cautelosa do PSG em relação à compra é evidente, conforme Nasser Al-Khelaifi destaca a necessidade de esperar pela cirurgia do jogador antes de tomar qualquer decisão definitiva. Enquanto isso, a diretoria do Corinthians afirma que espera o pagamento do PSG no meio do ano, indicando que a tendência é que Moscardo se apresente oficialmente ao grupo do PSG em março, já quase recuperado da lesão, mas a incerteza permanece sobre seu futuro no plantel francês.

Acompanhe mais notícias do Corinthians no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Brasileiro > Brasileirão Série A > Presidente do Timão não quer saber de historinha e dá ultimado ao PSG por Moscardo