Tentativa de leilão da mansão de Cafu fracassa

A tentativa de leiloar a mansão de Cafu em Alphaville, Barueri, fracassou nesta quarta-feira (22/11). A propriedade, avaliada em R$ 40 milhões, foi colocada à venda devido a uma dívida de R$ 9,5 milhões da empresa do ex-jogador. Cafu, que não contestou a dívida, tentou evitar o leilão alegando que a mansão era um bem de família, argumento rejeitado pela Justiça. Após suspensões anteriores e discordâncias sobre a avaliação do imóvel, a decisão sobre uma nova tentativa de leilão agora está pendente.

Nesta quarta-feira (22/11), fracassou a primeira tentativa de leiloar a suntuosa mansão do ex-jogador Cafu, localizada em Alphaville, Barueri (SP). Autorizado pela Justiça devido a uma dívida estimada em R$ 9,5 milhões, o pregão teve duas investidas sem sucesso. Inicialmente fixado em R$ 40 milhões, o lance mínimo foi em seguida reduzido para R$ 35 milhões, mas nenhum interessado se apresentou.

Com uma área de 2.581 metros quadrados, a mansão oferece uma gama de luxos, incluindo piscina, quadra de futebol, sala de cinema e salão de jogos. Avaliada em R$ 40 milhões, a propriedade possui seis suítes, adega e um campo de futebol. Após um eventual arremate, Cafu terá um prazo de 45 dias úteis para desocupar o local.

Origem da Dívida e Disputa Judicial

A determinação para leiloar a propriedade partiu do juiz Bruno Paes Straforini, em resposta a uma ação de cobrança iniciada em fevereiro de 2018 pela VOB Cred Securitizadora contra a empresa de Cafu, a Capi-Penta International Football Player Ltda.

O ex-jogador, reconhecendo a dívida, buscou evitar o leilão alegando que a mansão era sua residência. Sendo assim, estaria perante a legislação como um bem de família e não poderia ser expropriada. Argumentou, ainda, que o pagamento estaria garantido por outros imóveis de sua posse, mas a Justiça paulista não aceitou tal alegação.

Histórico de Pregões e Impasse Judicial

O desembargador Spencer Ferreira, relator do processo, já havia suspendido um leilão anterior marcado para setembro, devido a divergências sobre a avaliação do imóvel, inicialmente fixada em R$ 27 milhões. Após um novo laudo, o valor subiu para os R$ 40 milhões.

Em meio a esse impasse, a tentativa de leilão desta quarta-feira não encontrou compradores, deixando a Justiça com a decisão pendente sobre uma possível nova tentativa para alienar a mansão. O destino da residência do ex-jogador e a resolução da dívida agora aguardam os desdobramentos judiciais.

Acompanhe notícias de Cafu na conta do dele no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Brasileiro > Tentativa de leilão da mansão de Cafu fracassa