Goleiro Bruno revela que quase assinou com o Vasco após sair da prisão. Entenda

O goleiro Bruno, envolvido no chocante caso de assassinato da modelo Eliza Samudio, revelou em uma entrevista no Podcrê Podcast que esteve próximo de assinar com o Vasco da Gama após sua libertação em 2017. No entanto, proposta de Eurico Miranda, presidente do Vasco, não se concretizou devido ao retorno de Bruno ao sistema prisional. Atualmente, o controverso goleiro atua no Atlético Carioca em 2022, time da série C do Campeonato Carioca, e tem contrato até o fim de 2023.

O goleiro Bruno Fernandes, que chocou o Brasil ao ser condenado pela autoria intelectual no assassinato brutal da modelo Eliza Samudio, voltou às manchetes recentemente ao revelar um episódio eu até então ninguém sabia. Durante uma entrevista no Podcrê Podcast, o controverso atleta disse que esteve próximo de assinar com o Vasco da Gama após ser libertado da prisão em 2017.

Ligação de Eurico Miranda

Após cumprir pena pelo envolvimento no chocante caso de sequestro e assassinato da modelo Eliza Samudio em 2010, Bruno buscava retomar sua vida profissional. Ao sair da prisão por meio de habeas corpus em 2017, Bruno inicialmente não tinha a intenção de voltar ao futebol. Contudo, propostas de vários clubes começaram a surgir, incluindo a do Vasco.

“Quando aconteceu a situação comigo, eu saí de habeas corpus em 2017, quando eu saí, eu queria ficar mais em casa com a minha família e nem pensava em jogar futebol. Comecei a receber várias ligações de vários clubes, vários convites… e do nada apareceu uma ligação do Rio de Janeiro e eu atendi, era o Eurico (Miranda), me fazendo a proposta para ir para o Vasco”, disse o goleiro.

Porque não foi pro Vasco?

Vale dizer eu o Vasco da Gama é rival histórico do Flamengo, time em que Bruno jogava, o que coloca ainda mais um ingrediente nesta notícia já recheada de controvérsias. No entanto, segundo o goleiro, as negociações com o Vasco e com os outros clubes interessados não foram para frente por um motivo simples: condenado, Bruno teve que retornar ao sistema prisional.

“Eu tinha uma proposta do Brasiliense, uma do Goiás e também de um time de São Paulo. O acordo só fecharia se fosse o Boa Esporte. E não deu certo porque cassaram meu habeas corpus e eu tive que ficar mais dois anos na cadeia”, afirmou Bruno.

Goleiro Bruno ainda joga… Por incrível que pareça

Por fim, o goleiro acabou indo para o Boa Esporte, de Varginha, MG. A contratação do jogador desencadeou uma onda de críticas nas redes sociais, protestos da torcida, e até a perda de patrocinadores. Essa situação se repetiu em outras equipes, como Rio Branco-AC, Araguacema FC e Atlético-RJ, onde sua contratação também gerou repercussões negativas.

Em 2021, Bruno se aposentou do futebol para se tornar “trader”. Porém, em julho de 2022, cancelou sua aposentadoria para assinar com o Atlético Carioca, equipe da Série C do Campeonato Carioca. Seu contrato, inicialmente até o fim de 2022, foi renovado para 2023.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Brasileiro > Goleiro Bruno revela que quase assinou com o Vasco após sair da prisão. Entenda