Game Over: Derrota de Adesanya, garoto propaganda do UFC, segue gerando polêmica

Henrique Neves

Atualizado :

A chocante derrota de Israel Adesanya no UFC 293 continua a provocar discussões intensas. Israel, que desempenha um papel de destaque na próxima edição deluxe do jogo de videogame do UFC, sofreu uma derrota surpreendente para Sean Strickland. Lutadores, comentaristas e até mesmo o chefão da Liga, Dana White, se pronunciaram sobre o inesperado resultado do confronto.

A surpreendente derrota de Israel Adesanya no UFC 293 segue reverberando no mundo do MMA, por razões óbvias. O nigeriano acaba de ser confirmado como garoto da capa da, nada menos que, a versão deluxe do próximo lançamento dos videogames do UFC, o UFC 5.  Considerado o nome mais quente da Liga dos últimos tempos, enfrentou uma derrota inesperada para o americano Sean Strickland. Esse revés, além de abalar a reputação de Adesanya, também levanta preocupações sobre o impacto nas vendas do jogo, onde o “Stylebender” desempenha um papel proeminente.

Poatan “mijou no poste”

Com a repercussão da luta, não demorou muito até que alguns reclamassem seus méritos. Entre eles, o brasileiro Alex Poatan, ex-campeão da categoria e rival de Adesanya. Poatan, que treinou com Strickland nas semanas que antecederam o combate, alegou ter desempenhado um papel fundamental ao ensinar um golpe que se revelou decisivo na luta. Este movimento surpreendeu Adesanya e teve um impacto significativo. Segundo Poatan, o segredo seria “encurtar a distância” entre ambos, aproveitando a proximidade para conectar golpes mais fortes: dito e feito.

Daniel Cormier levanta Possibilidade de Revanche

O comentarista oficial do UFC, Daniel Cormier, também fez questão de compartilhar suas impressões sobre a luta. Ele revelou que Strickland ficou espantado com a passividade de Adesanya durante o combate, e até mesmo o nigeriano não conseguiu acreditar no que estava acontecendo. Cormier também destacou que, em uma possível revanche, Strickland pode esperar por um desafio mais equilibrado, no qual Adesanya não o subestimará novamente. Já o meio-médio, Ian Garry, afirmou que ‘Stylebender’ estava mais preocupado em não perder do que ganhar, o que já seria motivo suficiente para sair o prumo e lidar com a derrota.

Dana White quer revanche

Ao fim do confronto, o todo poderoso Dana White, presidente do UFC, já falava em revanche. A preocupação de White vai além do aspecto esportivo, por compreender a importância da moral de Adesanya para os negócios. Ele não quer perder a oportunidade de lucrar com um possível desagravo, especialmente dada a importância de Adesanya como garoto propaganda dos videogames do UFC que, para o próximo lançamento, promete um realismo nunca antes visto, e com os lutadores-estrela da própria liga, como já é de costume.

As Palavras de Adesanya ao ser derrotado

Israel Adesanya, em pronunciamento ao fim da luta na qual saiu derrotado, mostrou-se incomumente reservado e surpreso com seu próprio desempenho. Em vez de responder às perguntas dos jornalistas após a luta, ele optou por um discurso conciso:

 “Eu tinha um plano diferente para isso, mas novamente a vida me colocou obstáculos. Ganhando ou perdendo, não ia dizer muito de qualquer maneira, mas eu perdi essa noite, para o melhor homem (Strickland) da noite. Eu só quero estar com as pessoas, minha equipe, minha família e vou fazer isso. Quero relaxar, tomar um café e até a próxima”.

Acompanhe novidades do UFC no Twitter:

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Arte Marcial > MMA > Game Over: Derrota de Adesanya, garoto propaganda do UFC, segue gerando polêmica