“Oh amigos, não há amigos!” – entenda os motivos da polêmica entre Vidal e Sampaoli

Henrique Neves

Publicado :

Arturo Vidal chegou ao Flamengo em meados de 2021, entre altos e baixos, o experiente jogador chileno nunca conseguiu se firmar como titular absoluto. A saída do Flamengo rendeu farpas a Sampaoli. Entenda os motivos.

O experiente Arturo Vidal, que não vive sem uma polêmica, aproveitou a sua estreia pelo seu novo clube, o Athletico-PR, para alfinetar seu ex-treinador no Flamengo. Após a vitória por 2 a 0  do Furacão sobre o Bahia, o veterano jogador chileno elogiou seu novo clube, salientou que gostaria sempre de estar em campo e lamentou o fato de que, no Flamengo, não vinha sendo aproveitado. Vidal não deixou barato e criticou duramente Jorge Sampaoli por não colocá-lo para jogar, dizendo que o treinador argentino do Flamengo era “um perdedor” e que não sabia apreciar as qualidades de seu jogo.

Antes da alfinetada teve elogio

As alfinetadas contrastam com os elogios que o próprio Vidal direcionou a Sampaoli há mais ou menos três meses atrás, no momento em que o treinador assumiu o comando técnico da equipe carioca. Naquela época, Vidal demonstrava confiança no trabalho do treinador, pois ambos tiveram passagem vitoriosa pela Seleção Chilena.

O fato é que a parceria entre Vidal e Sampaoli no Flamengo não correspondeu às expectativas. Realmente o treinador argentino, em seus primeiros cinco jogos pelo Flamengo, prestigiou Arturo Vidal. Sampaoli escalou Arturo como titular em quatro jogos e o utilizou a partir do banco em uma oportunidade. Sampaoli assim o fez, também, com outro jogador experiente que andava meio escanteado no elenco, o meia-atacante Marinho. Marinho não foi bem nas oportunidades que Sampaoli lhe deu, e o mesmo aconteceu com Arturo Vidal.

O chileno acabou perdendo espaço no time titular e, progressivamente, Vidal foi sendo pouco aproveitado nas partidas, limitando-se a aparições nos minutos finais. Como resultado deste escanteamento e perda de protagonismo, Vidal se despediu do clube  carioca para defender, agora, outro rubro negro, o paranaense.

Relação campeã na Seleção Chilena

Anteriormente, Vidal e Sampaoli fizeram um bom trabalho juntos pelo Chile. Comandante e comandado conquistaram a inédita e ainda hoje importantíssima taça da Copa América de 2015 em casa, em Lima, superando a Argentina na final

Sampaoli e toda a geração na qual o Vidal é o expoente máximo marcaram história no futebol chileno, porém ambos não foram capazes de reproduzir o sucesso desta junção no rubro-negro carioca.

Polêmicas anteriores de Vidal no Flamengo

Vidal culpa Sampaoli, porém a trajetória do chileno no Flamengo, embora longe de ter sido um fracasso (afinal ele foi campeão de uma Copa do Brasil e de uma Libertadores), não foi mesmo o que se esperava. Mesmo antes de Sampaoli, Vidal já tinha entrado em algumas polêmicas sobre sua permanência e foco no Flamengo. O jogador já manifestou o desejo de retornar ao Colo-Colo em live em suas redes sociais. O jogador já, em algumas oportunidades, demonstrou à beira de campo sua insatisfação por não jogar ou pode ser substituído.

E com a bola no pé?

Agora, no Athletico-PR, Vidal terá mais oportunidade de jogar. Caberá exclusivamente a ele provar que técnicos como Dorival Jr, Vítor Pereira e especialmente Jorge Sampaoli estavam errados a não dar a Vidal a titularidade na equipe carioca. 

Será que Vidal vai mostrar que seus antigos treinadores estavam errados? Agora nos resta acompanhar suas participações no Furacão para saber qual Vidal vai, afinal, aparecer: se o jogador multicampeão e internacional do início da carreira ou o versão mais displicente que vimos jogar com a camisa do Flamengo, especialmente nesta temporada 2023.

Você viu a declaração de Vidal? Veja no Twitter da TNT Sports:

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Últimas Notícias > “Oh amigos, não há amigos!” – entenda os motivos da polêmica entre Vidal e Sampaoli