Chuteiras e Sandalinhas: descubra quem são as jogadoras que podem enfrentar as namoradas na Copa do Mundo

Atualizado :

Fizemos uma lista de quatro casais de jogadoras que podem se enfrentar nesta Copa do Mundo. A curiosidade por trás da lista tem a ver com um ambiente de mais aceitação da diversidade sexual que o futebol feminino tem em relação à modalidade masculina.

Descobrimos que, pelo menos, 8 jogadoras nesta Copa do Mundo da Austrália e Nova Zelândia podem viver uma emoção bastante diferente em relação a maioria absoluta das atletas desse mundial. Isto porque 4 casais (8 jogadores) de diferentes seleções (que veremos a seguir) podem se enfrentar, dependendo dos resultados dos jogos e como os resultados dos jogos vão influenciar no chaveamento das seleções até a grande final. Curiosos? Saiba quem são as jogadoras!

Ellie Carpenter e Daniëlle van de Donk:

Daniëlle, meia holandesa de 31 anos, namora Ellie, zagueira australiana de 23 anos. As duas jogadoras compartilham o vestiário no Lyon, na França. Elas se conheceram em junho de 2021 e estão juntas há cerca de um ano. Embora as seleções da Austrália e Holanda não se enfrentem na fase de grupos, é provável que se encontrem na fase eliminatória do torneio.

Sam Kerr e Kristie Mewis:

Sam Kerr, atacante australiana de 29 anos, é namorada de Kristie Mewis, meia norte-americana de 32 anos, que defende os Estados Unidos. Elas estão juntas há mais de dois anos e, durante as Olimpíadas de Tóquio, sua relação foi tornada pública após a vitória dos EUA sobre a Austrália na disputa pelo bronze.

Pernille Harder e Magdalena Eriksson:

Magdalena, sueca de 29 anos, namora Pernille, dinamarquesa de 30. Elas estão juntas há quase uma década e defendem o Bayern de Munique, na Alemanha. Embora Dinamarca e Suécia não se enfrentem na fase de grupos, existe a possibilidade de se encontrarem nas etapas eliminatórias do Mundial.

Ann-Katrin Berger e Jess Carter:

Ann-Katrin Berger, goleira alemã de 32 anos, namora Jess Carter, zagueira inglesa de 25 anos. Elas jogam por seleções diferentes e podem se cruzar nas fases eliminatórias. As duas se conheceram quando jogavam pelo Birmingham, da Inglaterra. O relacionamento, porém, veio algum tempo depois.

Mais civilidade!

Já pararam para pensar porque uma matéria como essa seria difícil num contexto de Copa do Mundo masculino? O crescimento do futebol feminino pode trazer bem mais que a valorização desta modalidade esportiva. 

O crescimento do futebol feminino e a progressiva tomada de espaço da mulher no mundo do futebol pode acabar por refletir positivamente nos níveis de civilidade do esporte, que andam bastante em baixa. Especialmente no Brasil, onde casos de violência tem estado em alta nesta temporada 2023, com agressões a jogadores e mortes de torcedores. 

Mais espaço para a mulher no futebol significa respeito às diferentes expressões da sexualidade humana e a busca por um mundo mais igual, com oportunidades equivalentes para homens e mulheres. Há um abismo financeiro entre as duas modalidades que também precisa ser colocado e debatido.

Por agora, fica a nota positiva de que 4 casais irão se enfrentar em duelos esportivos em campo e que isso coloca a civilidade desta Copa em outro patamar, sem dúvida mais positivo.

Acompanhe tudo da Seleção Brasileira feminina através da conta oficial do nosso time no Twitter:

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 19 de Junho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Últimas Notícias > Chuteiras e Sandalinhas: descubra quem são as jogadoras que podem enfrentar as namoradas na Copa do Mundo