Apesar dos pesares TV aberta ainda é referência no esporte para o público

Amanda Alvarez

Publicado :

Relatório Convocados de 2023 informou quais meios de comunicação são mais presentes na mente da população quando o assunto é cobertura esportiva. Tv aberta ainda lidera o ranking. Serviços de Streaming também foram lembrados. Acompanhe aqui.

Se enganou quem decretou o fim da Tiazona. Apesar de toda profusão de streamings e canais a cabo focados em cobertura esportiva, quem manda é ela: a TV aberta ainda é referência na cabeça do público, quando o assunto é esporte. Entenda-se esporte tanto assistir à partida do seu time preferido, quanto ficar por dentro das notícias que movem essa indústria. O público brasileiro ainda pensa nela quando se fala em acompanhar esporte.

Relatório Convocados 2023

Quem traz essa informação preciosa é o Relatório Convocados 2023, feito em parceria pela Outfield e Galapagos. Este é uma espécie de dossiê sobre o esporte brasileiro, trazendo profundas análises de dados sobre as movimentações financeiras do esporte nacional, bem como a reverberação delas para com o público. Analisa as contratações, endividamentos, comparando também com os outros anos, para se ter uma noção clara de como a indústria se move. Portanto, pensar na audiência e em como o público recepciona toda essa informação, também faz parte também do entendimento da máquina do esporte como um todo.

De por cento em por cento

65%. Essa é a porcentagem de brasileiros que ainda pensam na TV aberta em primeiro lugar quando o assunto é ficar ligado no esporte. Um número bastante alto para quem decretou o seu fim, enquanto as outras mídias passaram a se fortalecer. Como era possível citar mais de um tipo de mídia, 63% dos entrevistados trouxeram as redes sociais como mais uma fonte de informação. 56% dos brasileiros citaram portais online, 45% pensam em TV fechada

O esporte no Streaming 

Em relação aos serviços de streaming, o número não é enorme embora seja, de algum modo, significativo: 31% dos entrevistados citaram. É um número considerável, se pensarmos no quão recente é essa incursão das plataformas na cobertura esportiva. Ao compararmos com o vovô rádio, pioneiro das telecomunicações no país, a coisa fica ainda mais evidente: somente 22% dos usuários lembram dele.

A lista ainda contempla os podcasts (19%), jornais (8%) e revistas (5%). Apenas 3% dos pesquisados responderam ‘nenhuma fonte de informação’.

Rede Globo lidera os canais de TV

O Grupo Globo é citado duas vezes quando o assunto é canal de TV. 63% das pessoas falaram da maior emissora do país para acompanhar um jogo de futebol, e 32% pensam na SporTV como uma marca forte nesse sentido. Depois deles vem a Band, que possui tradição em transmissão desportiva, com 31%. Novato na lista é o SBT: a emissora do Tio Silvio é relativamente nova nos esportes, mas fez bons acordos nos últimos anos, o que a traz à lista com 24%: eles devem isso à cobertura da Champions League e da Copa Sul-Americana.

Prime Video na frente

Já para os streamings, a Prime Video é referência para os brasileiros para assistir as transmissões esportivas. A plataforma é responsável por passar a Copa do Brasil e possui um valor muito acessível no mercado, tendo sido citada por 28% dos entrevistados.

Globoplay chega na lista com 22% e, apesar de não fazer cobertura esportiva propriamente dita, a Netflix também entrou na lista, citada em 21%. O foco da Netflix são documentários que abordam os esportes e as histórias dos atletas, não sendo focada em transmissão de torneios.

Outros streamings que também ganharam bons índices: HBO Max (20%), Star+ (19%), Youtube (15%), Premiere (11%). O povo tá ligado na internet!

Siga o Portal GE no Twitter e fique ligado nas notícias do esporte:

Ajude Esporte e Mídia e seguir crescendo, sugerindo notícias e pautas a serem publicadas no nosso site.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Destaques > Apesar dos pesares TV aberta ainda é referência no esporte para o público