Ancelotti no Brasil? “Só acredito vendo!”, ironiza Renato M. Prado

Publicado :

O experiente jornalista RMP, em comentário no UOL Esporte, colocou uma série de questões envolvendo a recém noticiada história de que a CBF e Carlo Ancelotti teriam acordo verbal para o técnico italiano assumir a Seleção Brasileira após fim de contrato com o Real Madrid, no segundo semestre de 2024.

“Só vou acreditar quando Ancelotti desembarcar no Brasil”; disse Renato Maurício Prado para a audiência do UOL Esporte. No início desta semana, o jornalista e narrador da Rede Globo Luís Roberto foi o primeiro a noticiar que, segundo fontes ligadas ao núcleo diretivo da CBF, o presidente da Confederação Brasil de Futebol, Ednaldo Rodrigues, havia se reunido pessoalmente com o treinador italiano Carlo Ancelotti. E que ambos teriam fechado um acordo verbal para que o atual comandante do Real Madrid virasse treinador da Seleção Brasileira tão logo seu contrato com o clube espanhol acabasse. O que tende a acontecer em 2024. A CBF se comprometeu a esperar Ancelotti até meados de 2024 e o técnico italiano, pelo que foi divulgado, deu a palavra ao presidente Ednaldo de que desembarca no Brasil ao fim do verão europeu do ano que vem.

Acordo meramente verbal

Não foi mencionado, por nenhum dos jornalistas que foram checar suas fontes a partir da notícia dada por Luís Roberto, a existência de um documento assinado por ambas as partes (CBF e Carlo Ancelotti) para dar segurança jurídica ao acordo. O que se sabe através da imprensa é que tudo foi “apenas” apalavrado.

Renato Maurício Prado repercutiu essas questões, salientando que qualquer acordo verbal está sujeito a ser quebrado pelos mais diversos acontecimentos. A tal “segurança” jurídica de um acordo verbal é nula: “Não faz sentido isso, se acertou, vem logo a público e confirma o acerto. Não, é tudo esquisito. Sinceramente, só acredito nessa história no dia que o Ancelotti descer no Brasil. Até porque, um ano acontece muita coisa, até mesmo na vida de um senhor de 64 anos de idade”.

RMP levanta questões 

Renato M. Prado colocou a seguinte questão: será que a divulgação do acordo pode ser uma manobra para pressionar o Real Madrid a dispensar Ancelotti mais cedo? É sabido que Florentino Perez não gosta que nada atrapalhe o desempenho do clube que preside. Será que ele e o Real Madrid vão lidar bem com este acerto entre Ancelotti e CBF quando os sucessos esportivos dos merengues na temporada 2023/24 não aparecerem?

Por fim, RMP se questiona como Ancelotti lidará com a pressão e as expectativas no Real Madrid, especialmente em relação aos jogadores brasileiros, como Vinícius Júnior, Rodrygo e Militão, principalmente quando estes foram defender a Seleção enquanto Carlo ainda estiver no Real. Ele se pergunta se os torcedores brasileiros vão torcer para que o Real tenha sucesso para que o italiano volte à boa fase de 2021/22, ou se vão querer que os merengues tenham um desempenho ruim para que Ancelotti chegue mais cedo à seleção.

Mais sobre a CBF e seu possível novo técnico você pode ler no Twitter oficial da Confederação Brasileira de Futebol:

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 16 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Profissionais > Ancelotti no Brasil? “Só acredito vendo!”, ironiza Renato M. Prado