Cinturão BMF gera polêmica: Makhachev critica luta entre Gaethje e Holloway: “Não significa nada”

Publicado :

Cinturão 'BMF' do UFC gera polêmica: campeão critica luta entre Gaethje e Holloway por considerá-la "inútil" e prejudicial para as categorias dos lutadores.

O campeão dos pesos-leves do UFC, Islam Makhachev, não poupou críticas à luta entre Justin Gaethje e Max Holloway pelo cinturão BMF no UFC 300. Para ele, o duelo é “inútil” e “atrapalha” as duas categorias.

“Ninguém ganha nada com essa luta. O Holloway já tem um novo campeão (nos penas), ele pode lutar com o Topuria. Mas eles (UFC) os colocam um contra o outro. Essa luta para mim não é nada. Para os fãs, será uma boa luta. Mas para mim e para a categoria, não significa nada”, disse Makhachev.

O russo argumenta que Gaethje e Holloway já enfrentaram os principais nomes de suas divisões e que a luta entre eles impede que ambos disputem títulos em breve. Makhachev sugere que Gaethje enfrente Charles Oliveira ou Dariush, enquanto Holloway deveria lutar contra Volkanovski ou Arnold Allen.

Título BMF: cinturão de mentira?

A opinião de Makhachev não é a única. Dana White, presidente do UFC, defende o cinturão BMF como algo importante para os fãs, e a luta entre Gaethje e Holloway é vista como um grande evento comercial.

Alguns lutadores, como Colby Covington, expressaram interesse em disputar o cinturão BMF. O futuro do título após a luta de abril ainda é incerto, mas o duelo entre Gaethje e Holloway certamente será um grande momento para o UFC.

O cinturão BMF foi disputado pela primeira vez entre Nate Diaz e Jorge Masvidal em 2019, pelo UFC 244. A luta entre Gaethje e Holloway será a terceira pelo cinturão BMF. O evento UFC 300 acontecerá em 13 de abril, em Las Vegas.

Acompanhe notícias do UFC no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Arte Marcial > MMA > Cinturão BMF gera polêmica: Makhachev critica luta entre Gaethje e Holloway: “Não significa nada”