Sauditas levam tudo: Ivan Rakitic pode deixar o Sevilha

Ivan Rakitic, após oito anos no Sevilla, está próximo de assinar com o Al-Shabab, buscando mais destaque. Descontente com a falta de protagonismo e a má fase do Sevilla, o croata aceitou a oferta saudita. A equipe ocupa a décima primeira posição na liga. Rakitic passou por Schalke 04 e Barcelona antes de retornar ao Sevilla em 2020.

Após oito anos no Sevilla, Ivan Rakitic está prestes a assinar contrato com o Al-Shabab. O croata busca maior destaque.

Mudança para o Oriente Médio

Outro jogador europeu está de olho no continente asiático. Ivan Rakitic está arrumando as malas rumo à Arábia Saudita. O Al-Shabab fez uma oferta generosa que o meio-campista croata está inclinado a aceitar. Rakitic estaria insatisfeito com a falta de destaque nas equipes comandadas por Quique Sánchez Flores.

A janela de transferências de inverno na Arábia fecha um dia antes da Europa, em 30 de janeiro. Segundo Fabrizio Romano, Ivan Rakitic aceitou a proposta do Al-Shabab e já comunicou ao Sevilla sobre sua decisão. Se a notícia for confirmada, o meio-campista terá disputado seus últimos minutos pelo Sevilla na última quinta-feira, dia 25, no jogo da Taça contra o Atlético de Madrid.

Descontentamento e Má Fase do Sevilla

Não seria a primeira vez que Rakitic teria contato com a liga saudita. No verão passado, recebeu propostas importantes de Riade. No entanto, optou por ficar no Sevilla, esperando renovar seu contrato e encerrar sua passagem pelo clube de maneira grandiosa.

Contudo, esta temporada o fez reconsiderar seus planos. Atualmente, o time de Nervión atravessa um momento difícil, ocupando a décima sétima posição na Liga, à beira da zona de rebaixamento, com apenas dezesseis pontos e três vitórias, a última delas em 19 de dezembro contra o Granada.

Além da situação ruim do clube, o croata não se encaixa nas escolhas de Quique Sánchez Flores. Desde a chegada do novo treinador, Rakitic nunca foi titular. No jogo contra o Girona, foi chamado do banco e nem entrou em campo. Até o momento, acumulou 27 jogos em todas as competições, dois gols e quatro assistências.

Rakitic não foi incluído na equipe do Sevilla para o jogo de domingo contra o Osasuna, válido pela Liga espanhola. Ele deve passar por exames médicos neste fim de semana na Espanha. Se for aprovado nos testes, viajará para Riade na segunda-feira para finalizar sua assinatura. O jogador se tornaria assim o substituto do ex-sevillista Banega.

Biografia de Ivan Rakitic

Rakitic começou sua carreira profissional no Basileia. Após dois anos se destacando nacionalmente, despertou o interesse de grandes clubes europeus. O Schalke 04, da Alemanha, foi quem finalmente o contratou. Permaneceu no clube por quatro temporadas.

No mercado de inverno de 2011, o Sevilla anunciou sua contratação. Assim começou sua primeira passagem pelo Sevilla, tornando-se rapidamente peça fundamental da equipe. Foi com a chegada de Unai Emery ao comando que o croata atingiu seu auge. Em 2014, deixou o clube após conquistar a terceira Liga Europa para os “rojiblancos”.

Grana alta saindo do bolso

O Barcelona, interessado no jogador, desembolsou cerca de 18 milhões de euros ao Sevilla pelo meio-campista. Foi no clube catalão que Rakitic alcançou seu ápice no futebol, conquistando inúmeros títulos, incluindo quatro campeonatos da Liga, quatro Taças do Rei, uma Liga dos Campeões, um Mundial de Clubes, duas Supertaças de Espanha e uma Supertaça Europeia.

Em 2020, Rakitic retornou ao Sevilla FC após seis temporadas bem-sucedidas no Barcelona, onde disputou 310 jogos, marcou 36 gols e conquistou 13 títulos. Em sua segunda passagem pelo clube, destacou-se como um dos principais jogadores, totalizando 174 jogos.

O Al-Shabab é considerado a terceira equipe de Riade, atrás do Al-Hilal e do Al-Nassr, com uma história notável, incluindo seis ligas sauditas e a Taça dos Vencedores das Taças da Ásia de 2001. Apesar disso, não faz parte das equipes patrocinadas pelo governo, o que atrasou a atração de jogadores renomados em comparação com os outros gigantes sauditas.

Atualmente, a equipe ocupa a décima primeira posição na Primeira Liga Saudita, quatro lugares acima da zona de rebaixamento, com 21 pontos, provenientes de cinco vitórias, seis empates e oito derrotas. O croata Igor Biscan é o diretor técnico da equipe, e o clube está considerando mudar de treinador para melhorar seus resultados, com José Mourinho sendo um dos nomes mais cotados, devido à sua vasta experiência e currículo invejável. Supõe-se que a direção dos leões brancos já tenha iniciado conversações com o treinador português.

Acompanhe no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > Espanha > La Liga > Sauditas levam tudo: Ivan Rakitic pode deixar o Sevilha