Fim de uma parceria histórica! Henry Cejudo dispensa treinador antes de luta no UFC 298

Henry Cejudo pega todos de surpresa ao dispensar Eric Albarracin, seu treinador de wrestling e amigo pessoal, antes de luta no UFC, visando simplificar preparação. Com histórico de campeão duplo, Cejudo enfrentará Merab Dvalishvili no UFC 298 em 14 de fevereiro.

O ex-campeão do UFC e medalhista olímpico de Wrestling, Henry Cejudo, tomou uma atitude que está dando o que falar mundo das artes marciais mistas. Durante o programa oficial do UFC, “Countdown”, Cejudo anunciou uma decisão inesperada: dispensou seu treinador de longa data, Eric Albarracin.

A notícia chocou a comunidade do MMA, dada a longa história profissional e pessoal entre Cejudo e Albarracin. O lutador explicou sua escolha, destacando a necessidade de simplificar seu treinamento para a luta iminente contra Merab Dvalishvili. Segundo Cejudo, a intenção é manter um ambiente de treino estritamente profissional.

“Você esteve comigo nas minhas últimas eliminatórias olímpicas, mas, a partir de agora, só quero que você saiba que, para este camp, estou abrindo mão de treinadores específicos e isso inclui você. Às vezes, você fica muito perto de alguém e as pessoas ficam muito confortáveis. No momento, o que quero fazer no camp de luta é mantê-lo estritamente profissional”, declarou o lutador para Albarracin.

Parceria de longa data

A parceria entre Cejudo e Albarracin remonta aos dias anteriores à ascensão do lutador no mundo das artes marciais mistas. Albarracin, um treinador de wrestling, acompanhou Cejudo em momentos cruciais de sua carreira, incluindo suas participações nas eliminatórias olímpicas.

Cejudo, aos 36 anos, é reconhecido como um dos poucos lutadores a conquistar o status de campeão duplo no UFC, ostentando títulos nas categorias peso-mosca e peso-galo. Sua trajetória na organização é marcada por feitos notáveis, incluindo vitórias sobre adversários de renome como Demetrious Johnson, Dominick Cruz e TJ Dillashaw.

Decisão vai afetar seu desempenho?

Após uma breve pausa em sua carreira, Cejudo decidiu retornar à competição em 2023, buscando manter seu legado no mundo das artes marciais mistas. Com um cartel composto por 16 vitórias e três derrotas, o lutador americano enfrenta agora um novo desafio não só dentro do octógono, mas também nos ajustes de sua equipe de treinamento.

A decisão de Cejudo de dispensar seu treinador de longa data geram especulações sobre o impacto dessa mudança em sua performance futura. Enquanto isso, os fãs aguardam com expectativa sua próxima aparição no octógono no UFC 298, em 17 de fevereiro., onde enfrentará Merab Dvalishvili em um confronto decisivo para o futuro da categoria dos galos.

Acompanhe notícias do UFC no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Arte Marcial > MMA > Fim de uma parceria histórica! Henry Cejudo dispensa treinador antes de luta no UFC 298