São Paulo quebra tabu na Neo Química Arena e foca na Supercopa contra o Palmeiras

O São Paulo quebrou um tabu de quase 10 anos ao vencer o Corinthians por 2 a 1 na Neo Química Arena. Luciano, protagonista da partida mesmo sem marcar, provoca os rivais. Apesar da festa Tricolor, o foco agora é na Supercopa do Brasil contra o Palmeiras.

No último embate entre São Paulo e Corinthians, o Tricolor quebrou um tabu de quase uma década ao vencer o rival na Neo Química Arena. Após 10 anos e 18 jogos, o São Paulo saiu vitorioso, derrotando o Corinthians por 2 a 1, com gols marcados por Calleri e Luiz Gustavo, enquanto Arthur Sousa descontou para o Alvinegro.

O primeiro gol veio aos 20 minutos, com Calleri finalizando no canto esquerdo de Cássio após um belo lançamento de Wellington Rato. A situação do Corinthians piorou aos 43 minutos, quando Caetano foi expulso após revisão do VAR devido a uma agressão contra Luciano na área do Timão.

Na etapa final, Luiz Gustavo ampliou a vantagem, e, mesmo com um gol de Arthur Sousa para o Corinthians aos 45 minutos, a vitória do São Paulo quebrou não apenas o tabu, mas também aumentou a pressão sobre o Corinthians, que vem de uma série de resultados negativos e performances claudicantes.

Luciano destaca vitória e provoca: “Sorte deles que eu escorreguei”

Antes do Majestoso, torcedores do São Paulo brincaram nas redes sociais com Luciano, pedindo que ele comemorasse chutando a bandeirinha com o escudo do Corinthians. Como ele fez anteriormente, mesmo que tomasse cartão amarelo por isso.

No primeiro tempo, o camisa 10 do Tricolor teve a chance de abri o placar, mas escorregou na hora de finalizar. Luciano lamentou a chance perdida e brincou quando perguntado se ele queria fazer a mesma comemoração caso marcasse:

“Queria, queria. Sorte deles (Corinthians) que eu escorreguei quando dominei a bola dentro da área, mas está tranquilo”, provocou Luciano na zona mista.

São Paulo celebra noite histórica, mas foca na final contra o Palmeiras

Minutos após a vitória histórica sobre o Corinthians, o vestiário do São Paulo na Neo Química Arena se transformou em um ambiente de celebração, com jogadores cantando e pulando. O técnico Thiago Carpini e a diretoria comemoraram a quebra do tabu e anunciaram um bônus para os jogadores pelo feito.

No entanto, a euforia foi rapidamente controlada, com o treinador alertando sobre a semana decisiva que se inicia, culminando na Supercopa do Brasil contra o Palmeiras no domingo. O São Paulo adotou uma “lei do silêncio” para focar na preparação, encerrando entrevistas até o confronto decisivo.

“A decisão do fim de semana vai ser muito difícil. É um momento também muito importante para o São Paulo. A gente começa ainda hoje a nos preparar. (…) A partir de amanhã vira a chave e esse jogo já ficou pra trás. Ficou a história pra contar, valorizar o momento, valorizar a invencibilidade, mas agora a gente tem uma batalha muito difícil pela frente e que nós podemos também seguir fazendo história” afirmou o técnico Thiago Carpini na coletivo pós-jogo.

Acompanhe notícias do Tricolor Paulista no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Brasileiro > Brasileirão Série A > São Paulo quebra tabu na Neo Química Arena e foca na Supercopa contra o Palmeiras