Em vitória controversa, Dricus Du Plessis conquista título peso-médio no UFC 297

Dricus Du Plessis surpreende e conquista o título peso-médio no UFC 297, vencendo Sean Strickland em uma decisão dividida controversa dos juízes. Com sete vitórias consecutivas, torna-se o primeiro campeão sul-africano no UFC, provocando um possível confronto com Israel Adesanya, afastado desde 2023.

No último sábado (20), o UFC 297 em Toronto, Canadá, foi palco de uma luta épica que resultou na ascensão de um novo campeão peso-médio. Em uma promoção marcada por provocação e animosidade, Dricus Du Plessis, sul-africano de 30 anos conquistou o cinturão ao vencer Sean Strickland em uma decisão dividida (47-48, 48-47 e 48-47).

Com sete vitórias consecutivas desde sua chegada ao Ultimate em 2020, Du Plessis não apenas se tornou o primeiro campeão sul-africano na história do UFC, mas também instigou a possibilidade de um futuro confronto com Israel Adesanya, afastado dos octógonos desde 2023.

Duelo Intenso entre Du Plessis e Strickland Define Novo Campeão

A disputa do cinturão dos pesos-médios foi uma verdadeira batalha de cinco rounds que refletiu o equilíbrio entre Dricus Du Plessis e Sean Strickland. Desde o início, Strickland dominou as ações usando e abusando de jabs, enquanto Du Plessis buscava chutes para encontrar a distância.

Mais para o fim do combate, o confronto teve algumas alternância, com Du Plessis mostrando resiliência e Strickland se imponto pela trocação. No quarto round, Du Plessis conectou golpes precisos, causando um ferimento no olho esquerdo de Strickland e levando vantagem na trocação e nas quedas.

O último round foi crucial, com ambos os lutadores buscando a vitória nos últimos segundos. A decisão dividida dos juízes definiu Dricus Du Plessis como o novo campeão dos médios.

Bônus de Luta da Noite de resultado controverso

A luta entre ele e Strickland foi tão empolgante que ele e o ex-campeão receberam o bônus de US$ 50 mil cada pela “Luta da Noite”. Apesar disso, muita gente achou a vitória dividida do sul-americano não foi justa.

Uma dessas pessoas foi ninguém menos que Dana White, que afirmou na coletiva pós-luta que, para ele, Strickland foi o verdadeiro vencedor do combate, apesar de reconhecer o equilíbrio do combate

“Estava vendo como a imprensa pontuou e foi bem equilibrado. Eu tinha pontuado 2 a 2 entrando no último round e achei que Sean venceu o último. Caras que estavam na mesma mesa que eu escolheram Du Plessis. Foi uma luta muito parelha”, disse Dana.

Desafeto antigo: Du Plessis desafia Adesanya

Após a vitória, Dricus Du Plessis não apenas celebrou o título, mas também lançou um desafio chamando pelo retorno de Israel Adesanya ao octógono. Recordando pendências entre os dois, Du Plessis aponta para um futuro confronto que certamente será aguardado pelos fãs do UFC.

Vale lembrar que Adesanya, ex-campeão dos médios, tirou um tempo de descanso após perder o título para Strickland em setembro de 2023. O nigeriano chegou a afirmar que só voltaria em 2027, porém, recentemente, voltou atrás e disse que o seu retorno ao octógono seria mais rápido do que o esperado.

Fique por dentro de tudo sobre o UFC na conta oficial do torneio no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Arte Marcial > MMA > Em vitória controversa, Dricus Du Plessis conquista título peso-médio no UFC 297