Renato Augusto será “uma peça a mais” no Fluminense, crava Rizek

André Rizek comentou a contratação de Renato Augusto pelo Fluminense. Segundo o jornalista, ele chega como uma peça a mais, não como protagonista, para acrescentar alternativas ao elenco já experiente do Tricolor das Laranjeiras, provavelmente se alternando com Ganso como meia criador. Rizek destaca que o Corinthians, em fase de reestruturação, não poderia manter Renato Augusto apenas como composição de elenco. Mas no Fluminense. Para o jornalista do SporTV, a admiração do técnico Fernando Diniz pode ter sido um fator determinante na escolha do jogador.

O ano está acabando, e o mercado da bola tem dado o que falar, com notícias de contratações e movimentações entre os clubes. Recentemente, pipocou na mídia que Renato Augusto, atualmente jogador e ídolo do Corinthians, está prestes a ser contratado pelo Fluminense.

A notícia causou alvoroço, entre outras coisas, pela idade avançada do meio-campista. Atualmente com 35 anos, o craque vai integrar um Fluminense, que já possui um elenco bastante experiente. Nesta segunda-feira (11/12), André Rizek, do SporTV, comentou a iminente contratação de Renato Augusto pelo Tricolor das Laranjeiras.

Não vai ser protagonista

O apresentador do Seleção SporTV destacou que o atual campeão da América não busca reconfigurar sua estrutura tática consolidada, mas sim acrescentar uma alternativa valiosa ao elenco. O comentarista alertou para o fato de que, no Flu, Renato Augusto chega como uma peça a mais, não como protagonista.

“O Renato não vai chegar lá para o Fluminense jogar em função dele. O Fluminense já joga em função do Cano, do Arias, do Kennedy, do Ganso, do André, que está indo embora. O Renato chega ali para ser uma alternativa, uma peça a mais, coisa que estava faltando nesse ano. Um jogador que pode se alternar com Paulo Henrique Ganso no meio-campo”, afirmou Rizek.

Motivos da saída do Corinthians

Segundo Rikez, o Corinthians não poderia manter Renato Augusto para que ele atuasse de vez em quando, sem ser o protagonista, porque o Timão não possui um time montado. Em plena fase de reestruturação, seria estranho manter um dos ídolos do clube para apenas compor o elenco.

“O é um time que vai ser remontado para o ano que vem. E aí você remontar o time e ficar com o Renato para ele ser mais um, para ser um jogador que jogue de vez em quando, ficaria estranho. O clube até poderia renovar com ele por valores mais baixos, mas essa coisa, na minha visão, tende a não funcionar”, disse o jornalista

Admiração de Diniz

O jornalista também destacou a atratividade da parceria com o técnico Fernando Diniz como possível fator determinante para a escolha do jogador. Como nós sabemos, a idade tem pesado para Renato Augusto, que não conseguiu fazer uma sequência de jogos no Corinthians na temporada de 2023 devido à questões físicas. Logo, a chegada dele no Flu pode indicar que Diniz é um admirador do seu futebol

“Acho natural que o Renato vá jogar no Fluminense com um treinador que o admira, que tem um plano para ele. Natural que o Corinthians siga a sua vida sem o craque veterano. É naturalíssimo que o Fluminense, embora tenha muitos jogadores acima de 33 anos, queira ter o Renato para situações específicas e especiais da temporada. Vai dar saudade no corintiano? Com certeza. Vai dar prazer vê-lo no Fluminense? Muito provavelmente. Mas eu não via um caminho melhor do que esse para as três partes envolvidas”, concluiu.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Profissionais > Renato Augusto será “uma peça a mais” no Fluminense, crava Rizek