Pesquisa aponta jovens adultos como maioria entre apostadores esportivos no Brasil

A pesquisa da Datahub revela que jovens adultos (22-36 anos) representam 59,86% dos apostadores esportivos no Brasil, com ênfase nas faixas de renda mais baixas. Beneficiários de programas sociais totalizam 23,84%.

Uma pesquisa recente da Datahub revelou aspectos interessantes sobre o perfil dos apostadores esportivos no Brasil, oferecendo insights valiosos sobre essa crescente indústria. O estudo abrangeu mais de 55 milhões de apostas realizadas por mais de 10 milhões de apostadores entre novembro de 2022 e julho de 2023.

Os jovens adultos, com idades entre 22 e 36 anos, dominam o cenário das apostas esportivas, representando impressionantes 59,86% do total de apostadores. 

Entre eles, os apostadores com idades entre 28 e 36 anos lideram, compreendendo 31,84%. Esse dado contrasta com a participação mais modesta de grupos mais maduros, entre 56 e 70 anos (6,71%) e entre 71 e 90 anos (1,73%).

Beneficiários de programas sociais 

Chama a atenção o fato de que as faixas de renda mais baixas são as mais representadas, indicando que muitos veem nas apostas esportivas uma oportunidade de ficar rico e de mudar de vida através das apostas. 

A pesquisa aponta que 36% dos apostadores têm renda de até R$1,5 mil, enquanto 31,64% têm renda entre R$1,5 mil e R$3 mil. A maioria (57,71%) está registrada sob o regime CLT, enquanto microempreendedores individuais (MEIs) e empresários representam cerca de 20%.

Surpreendentemente, 23,84% dos apostadores, mais de 2,5 milhões de pessoas, são beneficiários de programas sociais governamentais, incluindo auxílio emergencial e bolsa família. Geograficamente, a região Sudeste lidera com 46,93% dos apostadores, seguida do Nordeste com 26,47%. 

O Norte e o Centro-Oeste possuem porcentagens semelhantes, enquanto o Sul apresenta um perfil intermediário.

“É revelador que as faixas de menor renda sejam as mais representadas. Isso pode sugerir que, para muitos, as apostas esportivas são vistas como uma oportunidade de ganho financeiro”, reflete Felipe Mesquita, executivo de vendas da Datahub.

Participação no esporte

Curiosamente, apenas 0,01% dos apostadores são esportistas, assim como familiares de esportistas. A presença deles não reflete a aprovação das empresas responsáveis, conforme destaca a pesquisa.

Esses números proporcionam uma visão abrangente do cenário das apostas esportivas no Brasil, destacando a predominância da juventude, a diversidade socioeconômica e a presença de beneficiários de programas sociais. 

A indústria, em constante evolução, deve considerar essas nuances para atender às demandas variadas desse amplo público.

Acompanhe mais notícias sobre o mundo dos jogos e apostas online no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

iGaming

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Últimas Notícias > Pesquisa aponta jovens adultos como maioria entre apostadores esportivos no Brasil