Justiça derruba presidente da CBF Ednaldo Rodrigues! Entenda o que aconteceu!

O TJ-RJ destituiu Ednaldo Rodrigues da presidência da CBF, anulando o TAC com o MP-RJ. José Perdiz assume como interventor, organizando nova eleição em 30 dias. A CBF planeja recorrer ao STJ.

Em um veredicto unânime proferido pela 21ª Vara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Ednaldo Rodrigues foi destituído da presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A decisão judicial, que contou com três votos a zero, determinou a nomeação de José Perdiz, atual presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), como interventor na entidade esportiva.

A sentença resultou na anulação do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) celebrado entre a CBF e o Ministério Público do Rio de Janeiro em março de 2022. O referido acordo, que estabelecia regras eleitorais para a confederação, foi considerado inválido pelos desembargadores, que argumentaram a falta de competência do Ministério Público para interferir nas questões eleitorais de uma instituição privada como a CBF.

Eleição de 2022 da CBF foi anulada

Em decorrência dessa medida, a eleição de março de 2022, que resultou na escolha de Ednaldo Rodrigues e seus oito vice-presidentes, foi anulada, culminando na perda de seus respectivos cargos. José Perdiz foi designado para organizar uma nova eleição na CBF em um prazo de 30 dias, provavelmente ainda neste ano.

Durante o julgamento, o desembargador Mauro Martins salientou que a nomeação de Perdiz não constitui uma interferência externa na CBF, sublinhando que se trata de uma figura da justiça desportiva.

O imbróglio legal teve início em 2017, quando o Ministério Público do Rio de Janeiro questionou judicialmente uma Assembleia Geral da CBF que alterou as regras eleitorais da entidade. O desenrolar dos acontecimentos resultou em uma série de reviravoltas, intervenções e destituições de presidentes, culminando na decisão atual, que promete impactar e muito o cenário do futebol brasileiro.

CBF anuncia que vai recorrer

A CBF anunciou a intenção de recorrer da decisão ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), mesmo considerando o recesso atual da entidade. O desdobramento dessa batalha judicial continuará sendo observado de perto pelos protagonistas do futebol nacional.

Acompanhe tudo sobre a CBF no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Brasileiro > Brasileirão Série A > Justiça derruba presidente da CBF Ednaldo Rodrigues! Entenda o que aconteceu!