A Superliga, competição que propõe substituir a Champions, continua a gerar polêmica na Europa. Entenda!

Publicado :

A polêmica em torno da Superliga retorna, com o Union Berlin destacando a experiência única de jogar na UEFA Champions League. Em resposta, o CEO da Superliga, Bernd Reichart, defende os benefícios econômicos do torneio. Além dos opositores, a Superliga enfrenta dificuldades com muitos clubes desistindo, deixando apenas Real Madrid e Barcelona como participantes confirmados.

A polêmica em torno da Superliga volta a ganhar força e alguns clubes se posicionam contra ela. Por essa razão, o Union Berlin fez uma publicação em sua conta no X (antigo twitter) valorizando tudo o que viveram nesta temporada, na qual jogaram a UEFA Champions League pela primeira vez em sua história.

“Ninguém pode tirar dessa torcida tudo o que viveram em 2023, que está terminando. Visitar estádios como o Bernabéu ou o Diego Armando Maradona foi um presente que parecia utópico há apenas uma década”, escreveu a equipe alemã em sua conta oficial no X.

Reação à postagem do Union Berlin

A equipe da capital alemã respondeu aos comentários de Bernd Reichart. O CEO da Superliga explicou os benefícios que a competição teria e usou como exemplo os problemas que o clube enfrentou nesta temporada, após um ano passado em que tiveram um excelente desempenho localmente.

Essas declarações foram feitas durante uma entrevista que o promotor concedeu no programa El Larguero da Cadena Ser. Do ponto de vista dele, o modelo do torneio que desejam implementar é muito melhor em termos econômicos e organizacionais.

“Para esses times, mais do que um prêmio, é como uma punição. Esses clubes buscam estabilidade e querem competir em um ambiente melhor, onde tenham rivais e possam crescer de maneira saudável. O Union Berlin é o exemplo perfeito disso. No ano passado, eles se classificaram e agora estão em uma situação pior do que se tivessem crescido e consolidado sua posição europeia passo a passo. Reforçar-se para apenas seis jogos era uma irresponsabilidade”, enfatizou o empresário alemão.

Union Berlin Superliga Champions League UEFA FIFA

Desempenho da Union Berlin na temporada até agora

O Union Berlin terminou em último na Champions com apenas dois pontos, fruto de empates contra os últimos dois adversários.

Além disso, na Bundesliga, eles estão na briga para evitar o rebaixamento. Estão na décima quinta posição com 13 pontos, graças a quatro vitórias, um empate e 10 derrotas. Estão três pontos acima da zona de acesso, então tentarão reverter a situação.

Por que essas declarações surgiram?

Normalmente, todos os anos, os clubes europeus devem conquistar sua participação nas diferentes competições organizadas pela UEFA, como a Champions, Europa League e Conference League. No entanto, com a presença da Superliga, isso mudaria.

Embora qualquer clube possa entrar, não o faria diretamente na primeira divisão. Por exemplo, se Girona, Bayer Leverkusen ou Aston Villa vencerem suas respectivas ligas, entrariam na categoria de bronze da competição internacional, pois não são equipes de elite.

Formato da Superliga

Portanto, se quiserem jogar contra o Real Madrid ou Barcelona, teriam que conseguir mais dois acessos, o que claramente não seria vantajoso para eles. Essa foi a razão pela qual muitos internautas pensaram que seria um torneio no qual apenas os clubes historicamente fortes participariam, mas os representantes se encarregaram de desmentir essa teoria.

Seriam três ‘ligas’ de 16 equipes cada, com as quais tentariam competir com a UEFA e a FIFA. Isso ganha cada vez mais força com a decisão a favor que receberam nos tribunais, evitando que os clubes que participem sofram penalidades por parte das entidades mencionadas.

A maioria dos times começa a desistir

Inicialmente, supunha-se que as instituições fundadoras seriam 12. Real Madrid, Barcelona, Juventus, Inter de Milão, Milan e o famoso Big Six inglês, no qual estão Manchester City, Liverpool, Tottenham Hotspur, Manchester United, Arsenal e Chelsea.

No entanto, muitos deles se manifestaram contra a implementação do torneio promovido por Florentino Pérez. Agora, apenas Real Madrid e Barcelona permanecem em pé.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 19 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > A Superliga, competição que propõe substituir a Champions, continua a gerar polêmica na Europa. Entenda!