UFC São Paulo: Malhadinho domina por 5 rounds, mas é alvo de críticas

Atualizado :

A luta principal do UFC São Paulo, entre Malhadinho e Lewis, teve uma atuação dominante do brasileiro. Utilizando sua habilidade de luta agarrada, ele neutralizou o perigosíssimo americano, conhecido por seus nocautes. Apesar disso, o brasileiro foi alvo de críticas de fãs e outros lutadores, que o acusaram de fazer uma luta monótona e com pouca atividade. Malhadinho se defendeu das críticas, destacando a força de Lewis, sua prodominância técnica e o gás em dia para lutar cinco rounds.

A luta principal entre Malhadinho e Lewis do UFC São Paulo, ocorrido no último sábado (04/22), foi um verdadeiro monólogo do brasileiro. Com uma performance dominante, o lutador natural de Salvador, Bahia, colocou seu jogo característico de luta agarrada em prática e neutralizou o americano, conhecido por suas mão pesadas.

Vale lembrar que Lewis detém o recorde de nocautes do UFC, ultrapassando nomes como Anderson Silva e Jon Jones. E, apesar de ocupar apenas a 10ª colocação no ranking dos pesos-pesados, ele esteve por muito tempo na elite da categoria, tendo disputado o cinturão duas vezes.

Apesar disso tudo, a atuação do lutador baiano despertou críticas do mundo das lutas. Muitos fãs e até mesmo outros lutadores afirmaram que a luta foi monótona, chegando a dar sono. Outros reclamaram da falta de atividade do lutador na posição de dominância no chão.

Lutadores cornetam Malhadinho

Em sua conta do X (antigo Twitter), o campeão da categoria peso-leves do UFC e algoz do brasileiro Charles do Bronxs, Islam Makhachev, insinuou que a luta deu sono.

“Deem a ele um travesseiro”, afirmou o russo.

O peso-leve do UFC Jalin Turner foi na mesma linha e reclamou da falta de um nocaute.

“Nós assistimos lutas de pesos pesados esperando por nocautes”, escreveu o lutador, seguido de um emoji de choro.

Quem também se pronunciou foi o ex-Top 5 UFC e atual lutador do Bellator Corey Anderson. Ele mencionou Curtis Blaydes, que estava escalado para lutar contra Malhadinho originalmente, mas teve que deixar a luta por causa de uma lesão.

“Acredito que se @RazorBlaydes265 (Curtis Blaydes) estivesse nesta luta, Almeida provavelmente teria sofrido sua primeira derrota nessa noite. Não tem como ele quedar Blaydes daquele jeito… Eu teria que ver para crer”, disse o peso-pesado do Bellator.

Malhadinho se defende das críticas: “Mostrei pra todo mundo que luto cinco rounds”

Em sua entrevista pós-luta, Malhadinho se defendeu das críticas e destacou a sua atuação consistente contra a Besta Negra, como é conhecido o lutador americano. Quando perguntado se teve alguma coisa que lhe deixou surpreso com a atuação de Lewis, o soteropolitano respondeu que ficou impressionado com a força do adversário.

“O que me deixou surpreso foi a força de Derrick Lewis. Muito forte! Ele veio preparado para essa luta. E pelo fato de ele ser um cara muito grande, não tinha como buscar a finalização. Qualquer momento que eu deixasse ele solto, ele subia”

É importante lembrar que Lewis entrou com mais de 15 kg de diferença com realação a Malhadinho, que é um peso-pesado “pequeno”. Antes de entrar nesta luta, o brasileiro tinha finalizado quatro das suas cinco lutas no UFC no primeiro round e uma no segundo. Por isso, muita gente tinha dúvidas sobre como ele se portaria numa luta de cinco rounds. De acordo com o próprio Malhadinho, as dúvidas acabaram com essa luta.

“E é bom que eu mostrei pro público que eu luto cinco rounds. Muita gente criticava que eu lutava só um round, contra o Shamil foi dois rounds (sic), eu nunca fui tocado… Mas agora eu mostrei para o mundo o verdadeiro Malhadinho. Lutei com um cara perigosíssimo da divisão, um cara que tem recorde de nocaute e, pra mim, eu fiz uma excelente luta”, afirmou Malhadinho.

Acompanhe no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 16 de Junho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Últimas Notícias > UFC São Paulo: Malhadinho domina por 5 rounds, mas é alvo de críticas