Sempre polêmico, Casagrande detona Abel Ferreira por “menosprezo” ao São Paulo

Publicado :

No último “Cartão Vermelho”, Casão falou que Abel Ferreira, para valorizar seu trabalho, foi arrogante e prepotente ao listar as suas taças a frente do Palmeiras enquanto clubes paulistas concorrentes, como o São Paulo, continuam sem ganhar nada.

Na última terça-feira, 18, durante o programa “Cartão Vermelho”, que conta com José Trajano, Juca Kfouri e Walter Casagrande, o foi analisada a primeira entrevista que o técnico palmeirense Abel Ferreira deu após o fim da “lei do silêncio” que a diretoria alviverde se impôs em protesto aos frequentes erros de arbitragem que, de acordo com o clube paulista, tem prejudicado muito o Palmeiras nesta edição atual do Campeonato Brasileiro.

Juca Kfouri, então, pergunta ao ex-jogador Casagrande o que ele achou da recente entrevista do jovem treinador português. Casagrande, que não tem nenhum receio de falar aquilo que pensa, disse ter sentido na entrevista de Abel, especialmente no trecho em que o treinador cita o São Paulo para exemplificar que há mais times em piores situações do que o time que ele treina, uma postura arrogante e desrespeitosa.

“Eu vejo uma arrogância”

Disse o ex-jogador e hoje comentarista: “Eu vejo uma arrogância e uma prepotência nessa última fala dele porque ele não precisa usar um outro time que faz tempo que não ganha título, para valorizar os títulos que ele ganhou. (…) Ele não precisa dar o exemplo de um clube tão grande quanto (o Palmeiras) e no mundo é até maior, porque é tricampeão mundial, que está passando por esse período ruim para valorizar aquilo que ele conquistou”.

Casagrande, que é identificado claramente com o Corinthians, por ter sido ídolo e goleador no Parque São Jorge, lembrou do tempo em que jogou pelo time do Morumbi e foi tratado com muito respeito por todos do clube tricolor. Exatamente por sentir o mesmo respeito pelo São Paulo que Casão disse ter ficado incomodado com as falas de Abel, pois um profissional, para se valorizar, não precisa desvalorizar o trabalho de seus concorrentes.

São Paulo é tricampeão mundial

Casão, ainda, levantou a hipótese do técnico Abel Ferreira não conhecer bem a história do São Paulo, pois trata-se de um dos maiores campeões do futebol brasileiro, inclusive é o único tricampeão mundial do Brasil e, ao lado do Flamengo, Santos, Grêmio e do próprio Santos, tricampeão da Libertadores da América.

O comentarista vê essa atitude como sinal de fragilidade por parte de Abel, uma vez que em entrevistas anteriores, o treinador reconhecia que o Palmeiras poderia conquistar títulos a qualquer momento e sabia lidar com momentos difíceis em seu favor. 

Crise palmeirense em 2023

Agora, a história parece ser outra, porque os melhores jogadores do elenco dão claros sinais de que já atingiram o auge na atual temporada, e se não houver uma correção de rota, o segundo semestre de 2023, precisamente o momento do ano em que os títulos mais importantes entram em reta final, o Palmeiras pode passar em branco, sem levar título nenhum (dos principais). 

Fora da Copa do Brasil, apenas em sexta lugar no Brasileirão, com 25 pontos (O Botafogo disparado na ponta, com 39), o Palmeiras apostas suas maiores fichas na Libertadores, cujo primeiro desafio será eliminar o Atlético-MG nas oitavas de final.

Acompanhe Casão no Twitter:

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 16 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Profissionais > Sempre polêmico, Casagrande detona Abel Ferreira por “menosprezo” ao São Paulo