“Monopólio da Globo acabou”: Jornalista da UOL se choca ao constatar que internet mudou cobertura esportiva

Publicado :

O colunista do UOL, Alan Simon, publicou um comparativo entre os números de ontem e hoje da cobertura esportiva da Globo. Em sua análise, o jornalista se mostra impressionado ao ver como os serviços de streaming e o impacto da internet obrigaram a emissora a diminuir o alcance das partidas e torneios exibidos em sua grade. Acompanhe.

A história do futebol brasileiro está diretamente relacionada com a da TV Globo. Ela é a responsável por levar a alegria dos torneios para milhões de casas, nos mais longínquos pontos do país. Não por acaso, foi a emissora carioca quem dominou as transmissões de competições nacionais e da Seleção Brasileira por anos a fio.

Porém, com o advento da internet e da criação de outras culturas de consumo, essa supremacia vem sendo rediscutida, enquanto a Globo assiste novos concorrentes abalarem o seu monopólio com esse esporte que é paixão nacional.

Allan Simon hablou mesmo

O jornalista esportivo Allan Simon publicou uma matéria em sua coluna na UOL, analisando a situação. A sua conclusão é a de que, realmente, os tempos são outros: “O mundo do futebol na TV mudou e não tem mais volta”, disse.

Como exemplo, ilustrou o que acontecerá com a Copa do Brasil. A TV aberta se ocupará de transmitir apenas a partida entre Flamengo e Grêmio. O outro clássico, pertencente à mesma rodada, São Paulo x Corinthians, será transmitido por SporTV, Premiere e Amazon Prime Video. Serviços privados, mas que são facilmente acessados através da internet.

Trocando em miúdos

A Copa Libertadores, que passou 3 anos nas mãos do SBT, voltará para a Globo, mas também em partes. Para Simon, é possível que a emissora carioca exiba apenas os confrontos com times nacionais, deixando os serviços de streaming responsáveis pela cobertura completa do evento. Para ele, esses são exemplos de como o monopólio da emissora já não existe há algum tempo.

“Os direitos de transmissão dispararam em valores nos últimos anos, a concorrência de empresas estrangeiras com seus dólares tornou a disputa mais pesada […] Hoje é possível afirmar: não cabe mais tudo na Globo, como antigamente […], hoje, ainda se mantém como a empresa mais relevante do país em direitos de transmissão fazendo o ‘jogo do possível’”

Sobre monopólios e streamins, veja o que dizem os usuários do Twitter:


Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 21 de Julho 2024

1 comentário em ““Monopólio da Globo acabou”: Jornalista da UOL se choca ao constatar que internet mudou cobertura esportiva”

  1. Que fique bem claro: eu nunca dei ibope pra essa emissora, a grobo. Desde 1976 que não assisto a nada dela. Não preciso dela pra nada e nunca precisei. Vivo torcendo pra ver o fim definitivo dela. Ela só fez mal ao Brasil soberano. Ela sempre se achou a dona do Brasil. Chegou a hora de pagar por isso.

    Responder
Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Profissionais > “Monopólio da Globo acabou”: Jornalista da UOL se choca ao constatar que internet mudou cobertura esportiva