Casagrande e Duílio batem boca e mandam recado; entenda a treta

Atualizado :

Duílio não leva desaforo pra casa. Criticado por muitos, o déspota do Timão resolveu rebater às críticas que recebeu por parte de Walter Casagrande, numa entrevista dada à Gazeta Esportiva. Casagrande, que é ex-jogador corinthiano, tem deixado expresso o seu descontentamento com relação à Duílio Monteiro Alves, não se poupando de falar o que pensa. 

Fala, fala e não diz nada

A treta teve início na semana passada. Após ver as entrevistas de Duílio na mídia Casagrande fez um vídeo no qual critica o diretor:

“Duilio deu algumas entrevistas. Falou, falou, falou e não explicou nada, porque não tem argumento, não tem explicação. Se eu não fui claro ainda na minha opinião, vou ser agora: Duilio Monteiro Alves é o pior presidente da história do Corinthians. O mais incompetente, e é isso que a torcida está percebendo, é isso que a torcida sabe e é isso que a torcida vê. Não tem historinha, conto de fadas, não tem como enganar em um trabalho que é incompetente”, comentou Casagrande em vídeo divulgado pelo UOL Esporte.

Duílio revidou

O presidente do Corinthians resolveu rebater o ataque publicamente, dizendo que Casagrande não ‘merecia moral’:

“Tem um aí que que foi eleito o pior comentarista de todos os tempos e fica falando que eu sou o pior presidente da história. Vai tratar o desgosto dele, as decepções. Não merece moral esse aí, ninguém sabe onde está. Só sai para falar mal do Corinthians, mas tudo bem […] Mas é o pior comentarista, a opinião dele é difícil de avaliar, não muda nada. É o Casagrande. Tá vendo, dei um minutinho de fama para você”, revidou o dirigente.

O argumento de Duílio

Como diria minha vó, em caso de ataque, utilize bem o seu papel como vítima. A argumentação de Duílio é fraca, desproporcional, e até mesmo infantil. As críticas ao seu trabalho não datam de hoje, sendo quase uma unanimidade o coro que clama pela sua saída do cargo.

No entanto, essa estratégia costuma ser a primeira utilizada, quando alguém se sente acuado. Acusar perseguição, inveja, ou até mesmo um complô, quando não se tem argumento a altura para rebater. Na linguagem jurídica existe até uma expressão para esse fenômeno: Argumentum ad hominem.

Vale lembrar que Monteiro Alves está no comando do Timão desde 2020, e deverá permanecer assim até novembro, quando ocorrem as próximas eleições para dirigente do Parque São Jorge.

Veja o perfil do Timão no Twitter e acompanhe todas as novidades da equipe:

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 13 de Junho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Últimas Notícias > Casagrande e Duílio batem boca e mandam recado; entenda a treta