Assim no Saibro como no IBOPE: Bia Haddad em Roland Garros bate recordes

Márcia Pereira

Publicado :

Apesar de não haver vencido a partida, Bia Haddad levou o Brasil à semifinal de Roland Garros pela primeira vez em 55 anos. A disputa no Saibro foi recorde também nas telinhas: nunca um jogo de tênis feminino foi tão acompanhado no país. Entenda.

Principal atleta do tênis feminino no Brasil, Bia Haddad não deixa dúvidas de que chegou para deixar seu nome marcado. É responsabilidade dela a presença do Brasil, depois de 55 anos, numa semifinal do tradicional torneio de Roland Garros, disputa de tênis famosa pelo chão de saibro onde ocorrem as partidas. Essa presença foi suficiente para deixar a audiência brazuca alucinada, trazendo números para a TV fechada nunca antes vistos na história do sistema.

‘Meteu o loko’ no IBOPE

Ok, não foi uma vitória na última quinta, dia 08. Na verdade Bia Haddad perdeu para a polonesa Iga Swiatek, principal nome do tênis feminino atualmente, e papa-prêmios das competições das quais participa. Sendo assim, perder é até explicável, na verdade. 

A análise dos dados do Kantar Ibope, para a TV paga, informa um recorde: foi a maior audiência de um jogo feminino da história da transmissão fechada. Além disso, foi também o jogo de tênis mais visto, independentemente do gênero, desde o ano de 2012.

SporTV na liderança

 Os dados analisados pelo Kantar Ibope para o Painel Nacional de Televisão, o PNT, na modalidade de TV paga, afirmam que mais de 1,4 milhão de espectadores acompanharam a disputa no Saibro entre Bia e Iga. O sinal da SporTV 3, um dos veículos responsáveis pela cobertura de Roland Garros para os brasileiros, jamais ganhou tanta atenção assim, tendo sido líder de audiência entre outros canais da modalidade ‘a cabo’.

O novo queridinho

Vale lembrar que a ESPN 2 também se ocupou com a cobertura do evento. Ou seja, esses números são ainda muito melhores dos que os registrados. Isso indica uma nova onda na popularidade do tênis por aqui? É sempre interessante observar a relação entre o desempenho de um atleta em sua modalidade e o interesse que o país passa a prestar nele, à medida que as vitórias se acumulam na carreira do esportista. Lembremos do sucesso que foram Guga e o tênis, nos anos 2000, assim como a ginástica olímpica de Dayane dos Santos. Recentemente, a febre do Skate proporcionada pela Raíssa Fadinha também abriu as portas da modalidade para muitas garotas.

Além desse recorde batido, o canal SporTV registrou o melhor desempenho na audiência desde os Jogos Olímpicos de Tóquio, tendo recebido o dobro de audiência em relação ao segundo colocado na faixa, que é o clássico noveleiro Viva. Para o SporTV, a partida entre Bia e Iga lhe garantiu 185% a mais de audiência em cima da concorrência. É ou não é uma vitória brasileira?

Bia Haddad tem uma central de fãs no Twitter, siga para mais novidades sobre a atual Dona do Tênis Brasileiro:

Colabore com Esporte e Mídia! Queremos suas sugestões para notícias e pautas a serem publicadas em nosso site.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Destaques > Assim no Saibro como no IBOPE: Bia Haddad em Roland Garros bate recordes