Disney deve vender canal esportivo por determinação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica do Brasil

Henrique Neves

Atualizado :

A Disney está tentando obter a Fox já faz um tempo, tendo a possível compra sido avaliada por diversos órgãos reguladores pelo mundo. Dessa vez quem está avaliando a legalidade da compra é o Conselho Administrativo de Defesa Econômica, ou Cade, que, para aceita-la, está a exigir que a Disney venda um de seus canais esportivos. Para quem gosta de esporte e de apostar em seu time favorito o código bônus bet365 é uma ótima opção.

Atualmente, a Disney e o Cade estão negociando sobre a venda e o resultado mais provável é que eles consigam entrar em um consenso ao final das negociações.

ENTENDA A SITUAÇÃO

Em dezembro de 2018 a Disney anunciou, oficialmente, a compra da Fox. A venda da empresa foi avaliada em cerca de mais de 50 bilhões de dólares estadunidenses.

O problema é que, quando se trata do Brasil, caso a Disney obtenha a Fox dois dos maiores canais esportivos de TV por assinatura no país pertencerão à mesma empresa, tanto a ESPN quanto a Fox Sports. Assim, somente a SporTV, que pertence a Globosat, não seria de domínio da Disney.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica tem um prazo até o final de março deste ano para finalizar sua análise da venda da Fox para a Disney.

Algumas pessoas acreditavam que o processo teria entrado na pauta de julgamento desta quarta-feira, dia 30 de janeiro, porém as negociações entre o Cade e a Disney não foram finalizadas a tempo, motivo que o negocio só poderá ser julgado no mês de fevereiro.

Dependendo de como proceda as negociações e o julgamento, o Cade poderá exigir que a Disney venda seus canais esportivos por completo ou somente em parte.

SOBRE O ENTENDIMENTO DO CADE

Desde o anuncio da venda da Fox para a Disney, em dezembro, a superintendência do Conselho fez uma recomendação ao tribunal do órgão que impusesse restrições à mesma, devido a seu entendimento de que a obtenção da Fox pela Disney irá ter como consequência um grande aumento na concentração de canais esportivos no mercado brasileiro.

Por esse motivo, o Cade acredita que a venda não pode ser aprovada da forma com que a Disney apresentou ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica. Isso porque esta concentração dos canais esportivos por uma única empresa poderá não só reduzir a diversidade e qualidade do conteúdo disponibilizado, mas também aumentar os custos para o consumidor final.

Apesar das preocupações do Cade quanto aos canais esportivos, os técnicos avaliaram que não existe um significativo aumento na concentração de outros mercados, em que acreditam haver concorrentes que podem rivaliza-los, como no caso da distribuição de filmes. Assim, para eles, reprovar a venda seria uma decisão desproporcional.






Espn

Fox Sports

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 20 de Maio 2024

KTO Sport

Bônus

R$ 200

EsportesdaSorte Sports

Bônus

R$ 300

Parimatch Sport

Bônus

R$ 500

Starda Sport

Bônus

R$ 500

Legend Play Sports

Bônus

R$ 1.750

Roobet Sports

Bônus

R$ 80

Royalistplay Sports

Bônus

R$ 500

Leovegas Sport

Bônus

-

IZZI Sport

Bônus

R$ 100

Bet7k Sports

Bônus

R$ 7.000
Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Sem categoria > Disney deve vender canal esportivo por determinação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica do Brasil