‘Globo Esporte’ culpa torcida da Ponte Preta por não produzir matéria

Atualizado :

A edição paulista do ‘Globo Esporte’ não produziu reportagem sobre a partida entre Ponte Preta x São Paulo, realizado neste domingo (5). É que o carro da emissora foi atacado por torcedores da equipe de Campinas antes da partida. “Por isso não teremos matéria, apenas os melhores momentos do jogo. A torcida que atacou nossa equipe e a equipe da Folha foi a da Ponte Preta”, justificou o apresentador Tiago Leifert, segundo o UOL Esporte. A equipe da Folha de São Paulo também teve o veículo apedrejado. Os vidros dos carros foram quebrados por pedras, latas de cerveja e até cavaletes usados na organização do trânsito.

O Comunique-se noticia, a partir de informações do repórter-fotográfico Jefferson Coppola, do Agora, que a confusão começou com um grupo pequeno de torcedores, mas foi aumentando e chegou a ter cerca de 30 pessoas. O jornalista estava dentro do automóvel quando o confronto começou. “A gente estava chegando no estádio e tinha um carro da Globo na nossa frente. Um grupo começou a hostilizar o carro deles, dando chutes e atirando objetos. Depois passaram a fazer o mesmo conosco. Atiraram pedras, latinhas de cerveja e até aqueles cavaletes utilizados para orientar o trânsito”, disse Coppola.

O repórter-fotográfico estava acompanhado do motorista Carlos Eduardo de Andrade, que revelou ter ficado muito assustado com a situação. “A gente estava atrás do carro da Globo e os torcedores estavam atacando. Eu não tinha como sair, estava preso. Aí eles viram que era da Folha e falaram ‘Tem mais um carro de reportagem aqui’. Começaram a atacar”, disse Andrade.

Não houve feridos e o ato de vandalismo foi registrado no 5º Distrito Policial de Campinas, segundo informações do própria Folha. A equipe da Globo não se pronunciou a respeito da depredação ocorrida em Campinas.

globo esporte

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 13 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Sem categoria > ‘Globo Esporte’ culpa torcida da Ponte Preta por não produzir matéria