ACEP entra com ação no Ministério Público do Trabalho contestando retaliações a repórter da Banda B

Atualizado :

A Associação dos Cronistas Esportivos do Paraná (ACEP) enviou representação ao Ministério Público do Trabalho contestando possíveis retaliações que o repórter da rádio Banda B AM de Curitiba, Osmar Antônio, está sofrendo da diretora do Clube Atlético Paranaense que foi impedido de trabalhar no clássico entre Coritiba e Atlético/PA, realizado na semana passada.

De acordo com as informações da ACEP, os jogadores do clube rubro-negro teriam recebido a recomendação da diretoria para evitar conceder entrevistas ao repórter na partida ocorrido no último domingo. Segundo o documento encaminhado ao MPT, “a associação entende que a atitude que está acontecendo com o seu Associado Osmar Antonio, pode estender a outros profissionais se nenhuma medida for tomada. É um ato arbitrário, é uma flagrante violação ao direito de informar, sendo que os Clubes de Futebol não são entidades que estão à margem do Estado de Direito.”

A ACEP informou ainda que entendeu a iniciativa da diretoria do clube como “flagrante violação ao direito de informar”, e que espera que o Ministério Público do Trabalho atue no caso. De acordo com a nota, um caso semelhante aconteceu no estado do Ceará e foi resolvido com a ação da Procuradoria. A associação informou ainda que comportamento semelhante já havia acontecido em Curitiba, onde a Rádio Transamérica FM 100.3 também teve seus direitos ameaçados pelo comportamento da mesma diretoria.

Com informações do Portal Banda B

Rádio Esportivo

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 20 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Sem categoria > ACEP entra com ação no Ministério Público do Trabalho contestando retaliações a repórter da Banda B