Como chegam os brasileiros de Real Madrid e Barcelona para El Clásico?

Atualizado :

Jovens craques brasileiros estão ganhando maturidade e protagonismo nos dois gigantes da Espanha. Do lado merengue, Vini Jr. e Rodrygo já são protagonistas, do lado culé, Raphinha vive boa fase e Vitor Roque ainda vive adaptação

Com a proximidade de El Clásico pela 32ª rodada de La Liga (confira o nosso palpite), partida que vai ocorrer no Santiago Bernabéu no próximo domingo (21), uma pergunta vem à mente do torcedor brasileiros que gosta de futebol espanhol: como estão os jogadores do Brasil que defendem os dois maiores clubes do país europeu?

Real Madrid e Barcelona sempre tiveram em seus elencos grandes craques brasileiros, e por muito tempo o sonho de toda promessa do futebol nacional era jogar em um dos dois clubes. 

A história de Real e Barça com jogadores brasileiros remonta à Evaristo de Macedo, que jogou e foi ídolo pelos dois clubes nos anos 50 e 60. Fato raro e que só veio se repetir com Ronaldo Fenômeno no final da década de noventa e início dos anos 2000. Ronaldo, apesar de ser mais identificado com o Real,  conquistou também o coração dos torcedores catalães.

Real Madrid

Florentino Pérez, presidente merengue, tem apostado muito em jovens promessas brasileiras, e sua margem de acerto tem sido extraordinária. Ao levar Vini Jr e Rodrygo muito jovens para Madrid, Florentino gastou “pouco” e pinçou dois craques que já deram retorno esportivo e midiático para o clube da capital espanhola.

Vini Jr e Rodrygo vêm em crescente evolução e são peças fundamentais do time treinado pelo italiano Carlo Ancelotti. Na atual temporada, ambos ganharam novos números e mais destaque com a camisa blanca.

Vini, que agora veste a 7 que foi de Cristiano Ronaldo e Eden Hazard, é titular indiscutível há pelo menos três temporadas e divide, com o jovem inglês Bellingham, o protagonismo do time madrilenho. Rodrygo, que custou a ganhar a vaga de titular, agora é um dos principais nomes do Real. Como reconhecimento pela sua evolução e dedicação, Florentino deu à Rodrygo a camisa 11.

Ao falar dos jovens brasileiros do Real Madrid que já são realidade, cabe também falar de Eder Militão, zagueiro campeão de Liga dos Campões com a camisa blanca. Nome certo de Ancelotti para a zaga titular merengue, Militão sofreu uma gravíssima lesão nesta temporada e tem voltado aos poucos. 

Sua titularidade não é certa diante do Barça no próximo El Clásico, mas sem dúvida será um jogador que entrará durante a partida, pois conta com a inteira confiança de Carlo Ancelotti.

Barcelona

Poucas vezes em sua história recente o Barcelona teve tão poucos jogadores brasileiros em seu elenco. Os problemas financeiros pelos quais passa o Barcelona são o principal entrave para o clube da catalunha não ter sequer disputado com chances de vencer a concorrência do Real Madrid e de outros gigantes europeus por Rodrygo, Vini Jr e Endrick, etc.

Atualmente o Barça conta apenas com Raphinha e Vitor Roque. Raphinha, que andou oscilando muito durante toda a temporada e muitas vezes ficou no banco de reservas de Xavi, tem crescido de rendimento nesta parte final e fez dois grandes jogos contra o PSG, pelas quartas da Liga dos Campeões

Não foi por causa do atacante brasileiro que o time da Catalunha não avançou para as semis. Raphinha é, sem dúvida, uma das esperanças do Barça para vencer o Real Madrid em pleno Santiago Bernabéu e tentar se aproximar cada vez mais do líder Real, que neste momento tem 8 pontos de diferença sobre o time culé.

O outro jogador brasileiro do elenco do Barça é Vitor Roque, chamado carinhosamente de Tigrinho. Esta é a primeira temporada da jovem promessa brasileira, que ainda vive um momento de adaptação ao clube, ao futebol espanhol e ao futebol europeu como um todo.

Roque tem jogado pouco e tem demonstrado alguma dificuldade em desempenhar a sua melhor versão, o que é natural neste primeiro momento. A torcida e a diretoria do Barcelona sabem que é preciso dar tempo ao tempo. 

O projeto Vitor Roque é para o futuro. E se o Tigrinho conseguir demonstrar tudo que sabe, será sem dúvida um dos principais centroavantes do futebol europeu em pouco tempo. Para o próximo El Clásico, porém, o Tigrinho será apenas um coadjuvante.

 

Acompanhe notícias sobre o esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 23 de Maio 2024

KTO Sport

Bônus

R$ 200

EsportesdaSorte Sports

Bônus

R$ 300

Parimatch Sport

Bônus

R$ 500

Starda Sport

Bônus

R$ 500

Legend Play Sports

Bônus

R$ 1.750

Roobet Sports

Bônus

R$ 80

Royalistplay Sports

Bônus

R$ 500

Leovegas Sport

Bônus

-

IZZI Sport

Bônus

R$ 100

Bet7k Sports

Bônus

R$ 7.000
Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > Espanha > La Liga > Como chegam os brasileiros de Real Madrid e Barcelona para El Clásico?