Bahia costuma tomar gols depois dos 70 minutos e Ceni culpa calendário: “O Cansaço vai batendo”

Luiza Ximenes Pernambucano

Publicado :

O Bahia de Rogério Ceni tem enfrentado dificuldades nos momentos finais dos jogos, com metade dos gols sofridos após os 70 minutos. Ceni aponta cansaço dos jogadores e falta de opções no elenco como principais fatores.

O Bahia de Rogério Ceni está enfrentando um desafio de resistência nesta temporada. Apesar de ter sofrido poucos gols, o time tem tido dificuldades nos momentos finais dos jogos, com metade dos gols sofridos saindo depois dos 70 minutos.

Essa queda de rendimento foi reconhecida pelo próprio treinador em uma entrevista coletiva após a derrota de virada no Ba-Vi. O principal motivo apontado por Ceni é o cansaço dos jogadores e a falta de opções no banco para fazer substituições estratégicas.

“O cansaço no meio-campo vai batendo. As trocas no meio-campo são escassas. (…) O time não suporta jogar os 90 minutos. Os quatro meio-campistas são o coração do time (Caio Alexandre, Jean Lucas, Cauly e Everton Ribeiro). Você não tem as trocas para os quatro”, declarou o treinador

“Dentro do modelo de jogo que a gente construiu, muito bem treinado, futebol prazeroso de se ver, em determinado minuto, quando o cansaço bate, a gente sofre mais que o normal”, concluiu Rogério Ceni.

Sem novas contratações à vista

A escassez de meio-campistas disponíveis para fazer substituições tem sido um problema, com apenas quatro opções para quatro posições-chave. Isso tem limitado as opções táticas de Ceni, especialmente nos momentos decisivos das partidas.

O meio de campo foi o setor mais reforçado pelo time baiano na última janela de transferências. Atualmente, o treinador conta com 12 meio-campistas, sendo que três estão lesionados (Acevedo, Sidney e Roger) e sem perspectiva de novas contratações.

“Dificilmente vamos fazer contratações… Já se gastou muito dinheiro, investido bastante dinheiro. Vejo falando que tem milhões, milhões. Foi investido bastante ano passado, bastante esse ano. Estamos tentando achar alguma peça para fortalecer o setor e ter uma troca a mais” disse Ceni.

Foco na final do Baiano

Apesar disso o Bahia tem se preparado intensamente para a segunda partida da final do Campeonato Baiano. Com uma semana livre antes do jogo, a equipe está focada em recuperar os jogadores e ajustar a estratégia para superar o Vitória.

A torcida do Bahia está animada para a partida decisiva, que acontecerá na Fonte Nova. Para conquistar o título, o Tricolor precisa de uma vitória por dois ou mais gols de diferença, ou então vencer por um gol para forçar uma disputa de pênaltis.

Com uma semana de treinos intensos e a motivação extra de conquistar o título estadual, o Bahia está determinado a conseguir a virada na Arena Fonte Nova. Resta agora aguardar o resultado final e ver se o time de Rogério Ceni conseguirá se recuperar e levantar a taça do Campeonato Baiano.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

1 comentário em “Bahia costuma tomar gols depois dos 70 minutos e Ceni culpa calendário: “O Cansaço vai batendo””

  1. Rogério Ceni se tornou um técnico insuportável, me decepcinou esse cidadão. Que decepção! Sempre ele arranja uma desculpa. Técnico burro, covarde, imaturo, inexperiente. Rogério Ceni, ninguém é perfeito, perfeito é Cristo! Assuma que você é inexperiente! Ainda tem muito que aprender. Não culpe calendário, cansaço, gramado, chuva, sol, viagem e outras coisas mais. Isso é feio!!

    Responder
Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Brasileiro > Brasileirão Série A > Bahia costuma tomar gols depois dos 70 minutos e Ceni culpa calendário: “O Cansaço vai batendo”