Pode isso? Narrador da Band irrita torcida do Flamengo por frase no Fla-Flu: “O choro é livre”

Luiza Ximenes Pernambucano

Publicado :

Narrador Sérgio Maurício, da Band, irrita torcida do Flamengo por debochar de reclamação sobre gol anulado no Fla-Flu. A frase "o choro é livre" e histórico de comentários preconceituosos geraram revolta e pedidos de boicote.

A relação entre o narrador Sérgio Maurício, da Band, e a torcida do Flamengo vive mais um capítulo turbulento. Durante a transmissão do Fla-Flu no último domingo (12), ele debochou da reclamação do time sobre um gol anulado.

A frase, somada a um histórico de conflitos com a Nação, gerou revolta e pedidos de boicote ao narrador. Em 2022, Sérgio Maurício foi flagrado em um vídeo debochando da torcida do Flamengo por não ter “flamenguistas ricos” em um treino da Fórmula 1.

No Fla-Flu, a gota d’água foi a frase dita após a anulação do gol de Pedro: “Aí a gente vê o que acontece quando o time não tem VAR”, ironizou, antes de completar: “O choro é livre”.

Reações à fala de Sérgio Maurício

A torcida rubro-negra não perdoou. Nas redes sociais, o nome de Sérgio Maurício virou um dos mais mencionados, com pedidos de boicote e sanções.

O conselheiro e ex-candidato a presidente do Flamengo Walter Monteiro cobrou medidas e o jornalista Tiago Pereira, ex-assessor de imprensa do Flamengo, lembrou do histórico do narrador:

“Sérgio Maurício, narrador da Band, meteu que o ‘choro é livre’ para as reclamações do banco do Flamengo pelo gol anulado. A gente lembra que ele não curte muito o Flamengo, né?”, disse.

Críticas às críticas: defesa do narrador

Também houve quem defendeu o narrador. É o caso do blogueiro Arthur Muhlenberg, por outro lado, criticou a reação da torcida:

“Não nutro simpatia pelo Sérgio Maurício, mas o faniquito coletivo, pedidos de intervenção militar e o linchamento virtual porque ele mandou um ‘o choro é livre’ é a eclosão do ovo da serpente da intolerância”, escreveu.

Possíveis consequências

O Flamengo, por sua vez, não possui contrato direto com a Band, o que dificulta ações contra o narrador. O acordo de transmissão do Campeonato Carioca é com a Brax, que repassa os direitos à emissora.

A Band ainda não se pronunciou sobre o episódio. A polêmica reacende a discussão sobre a imparcialidade de narradores e comentaristas esportivos e o papel das redes sociais na cobrança por profissionalismo e respeito.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Profissionais > Pode isso? Narrador da Band irrita torcida do Flamengo por frase no Fla-Flu: “O choro é livre”