O malvadão voltou? Luis Fabiano elogia Flamengo de Tite: “Dá medo”

Atualizado :

Luis Fabiano elogia o rubro-negro carioca após vitória sobre o Flu e faz previsão ousada sobre Pedro em 2024. Confira!

O que aconteceu

O Flamengo de Tite segue impressionando. Com uma campanha impecável até agora, o rubro-negro está deixando adversários e até mesmo comentaristas sem palavras. Em uma recente declaração no programa Resenha da Rodada, Luis Fabiano, ex-atacante e agora comentarista, admitiu que o Flamengo “dá medo”.

Luis Fabiano elogiou a solidez defensiva e a qualidade ofensiva do time rubro-negro, afirmando que é o principal candidato ao título do Campeonato Brasileiro deste ano.

“Esse Flamengo é bom defensivamente e com muita qualidade do meio para a frente. Esse Flamengo é candidatíssimo a ser campeão brasileiro”, declarou o ex-jogador.

O ponto alto da conversa foi a projeção feita por Luis Fabiano sobre o desempenho do artilheiro Pedro ao longo da temporada de 2024. Com 11 gols já marcados, Pedro é uma peça-chave no ataque flamenguista, deixando cada vez mais Gabigol como reserva na posição de comando do ataque. 

Segundo Luis Fabiano, com a qualidade do time, Pedro deveria marcar no mínimo 15 gols se jogasse 30 partidas e 20 gols se jogasse 40 jogos.

Próximos Desafios

O próximo desafio do Flamengo é contra o Fluminense, em um confronto marcado para o dia 16 de março, às 21h (de Brasília), válido pelo Campeonato Carioca. Este será mais um teste para a equipe rubro-negra, que busca manter sua invencibilidade e seu bom momento no cenário nacional. 

Com um pé na final do Cariocão, o Flamengo precisa entrar em campo com o foco que lhe tem sido habitual desde o começo da temporada.

Acompanhe notícias sobre Flamengo no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Flamengo

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Brasileiro > Brasileirão Série A > O malvadão voltou? Luis Fabiano elogia Flamengo de Tite: “Dá medo”