Dunga não se segura e lança indireta para Tite: “Eu não coloquei minha mãe para dar entrevista na Globo”

Em entrevista polêmica, Dunga critica Tite por resultados similares na seleção brasileira, apesar de sua inexperiência como técnico. Ele questiona a autopromoção de Tite e menciona influência da mídia no seu trabalho na seleção.

O ex-jogador e ex-técnico da Seleção Brasileira, Dunga, lançou críticas ao também ex-técnico da Seleção, Tite, em uma recente entrevista ao jornalista Duda Garbi, Dunga afirmou que o trabalho de Tite nos últimos anos não se destacou significativamente em relação ao seu próprio.

Dunga, que comandou a equipe nacional entre 2006 e 2010 e novamente entre 2014 e 2016,  ressaltou que, apesar de Tite ter se preparado por uma década para assumir o cargo, os resultados alcançados durante as Copas do Mundo não diferiram muito dos obtidos sob sua liderança.

“Eu não sou crítico. Eu acho o seguinte: ele falou que se preparou oito, 10 anos para a Copa do Mundo e chegou ao mesmo lugar que eu, que não tinha experiência. (… ) Então, assim, no futebol muitas pessoas vendem uma coisa… todo mundo é bom, todo mundo tem defeito. A gente tem que analisar por aquilo que aconteceu, pela realidade”, afirmou.

Falou até da mãe de Tite…

Além disso, o ex-técnico criticou a postura de Tite em relação à autopromoção, alegando que durante sua gestão ele não se envolveu em propagandas ou se declarou o melhor. Em sua argumentação, polemizou ao mencionar a mãe de Tite, dando a entender que o seu colega se autopromovia:

“Quer que eu seja polêmico? Eu não coloquei minha mãe para dar entrevista na Globo, eu não fiz propaganda para ninguém, não falei que eu era o melhor. Os caras foram bater na minha casa para eu ser treinador”, disse.

Falta de experiência

Ele enfatizou que sua falta de experiência prévia como técnico não impediu a obtenção de sucesso, citando vitórias sobre a Argentina e classificações antecipadas para torneios internacionais como exemplos.

“As pessoas pegam tudo que é negativo. Por exemplo, ganhou de 3 a 0 na Argentina lá, eu ganhei também. Classificou com três jogos (de antecedência), eu também classifiquei com três jogos. Ganhei a Copa América, ganhei a Copa das Confederações. Sem experiência, imagina se eu tivesse experiência”, comentou Dunga.

Críticas a mídia

Durante a entrevista, Dunga abordou as críticas intensas que recebeu durante seu período como treinador da seleção, atribuindo parte delas a “personagens da Globo”. Ele expressou sua convicção em suas próprias ideias e métodos, indicando que estava disposto a pedir desculpas se errasse, mas não se desculparia se estivesse certo.

“Tenho minhas convicções e se eu errar, sem problemas, peço desculpas. Agora, se eu tiver razão, esquece. Tu faz um trabalho para uma empresa e eu faço para a minha, eu vou ter que dar explicação para quem tá lá em cima. Os caras queriam que eu desse explicações para eles, eu falava: ‘não vamos nem conversar'”.

Um balanço

Em suma, as declarações de Dunga lançaram luz sobre sua visão do trabalho de Tite na seleção brasileira e destacaram suas próprias realizações como treinador. As críticas e observações do ex-técnico evidenciam a complexidade das dinâmicas envolvidas no futebol de alto nível e na gestão de equipes nacionais.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol de Seleções > Seleção Brasileira > Dunga não se segura e lança indireta para Tite: “Eu não coloquei minha mãe para dar entrevista na Globo”