É agora ou nunca! CBF quer acertar com Dorival até o começo da próxima semana

A CBF acelera a contratação de Dorival Júnior como técnico da seleção brasileira, enfrentando uma multa de R$4,5 milhões ao São Paulo. A instabilidade política na CBF e a demissão controversa de Fernando Diniz geram apreensão em Dorival.

O que aconteceu

A CBF está em negociações avançadas para trazer Dorival Júnior como novo treinador da seleção brasileira. Após a demissão de Fernando Diniz, o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, busca agilidade na contratação do técnico, visando resolver a questão até o início da próxima semana.

O São Paulo, clube atual de Dorival, impôs uma condição para liberar o treinador: o pagamento de uma multa rescisória no valor aproximado de R$4,5 milhões. Os termos da negociação indicam que a CBF estaria disposta a desembolsar essa quantia para garantir a chegada do treinador bicampeão da Copa do Brasil de 2022 e 2023.

Ednaldo Rodrigues já manteve conversas com Júlio Casares, presidente do São Paulo, antes mesmo de oficializar a demissão de Fernando Diniz. A resposta do clube paulista, inicialmente relutante em liberar Dorival, parece estar mudando, considerando o entendimento de que a oportunidade na seleção seria um passo natural na carreira do treinador.

Dorival gosta da ideia, mas caos na CBF o assusta

Enquanto Ednaldo planeja um encontro com Dorival na próxima segunda-feira para discutir detalhes do contrato, o treinador, por sua vez, se mostra preocupado diante do atual caos na CBF. O presidente, que recentemente retornou ao cargo após decisão do Supremo Tribunal Federal, enfrenta uma situação política tumultuada na entidade.

Dorival Júnior, mesmo desejando o sonho de treinar a Seleção Brasileira, encontra-se em um momento estável e feliz no São Paulo. Seu contrato com o clube paulista vai até dezembro deste ano, e o treinador já havia iniciado os preparativos para a temporada.

Demissão de Diniz serve de alerta a Dorival?

A demissão de Fernando Diniz, que assumiu interinamente a seleção em 2023, também gera preocupação em Dorival. A forma como Diniz foi dispensado, após a CBF procurar um novo treinador antes mesmo de comunicar oficialmente a demissão, cria um cenário de incerteza que o atual treinador do São Paulo observa com apreensão.

Ednaldo Rodrigues enxerga em Dorival Júnior a melhor opção para conduzir a seleção brasileira até a Copa do Mundo de 2026. O histórico vitorioso do treinador, especialmente suas recentes conquistas com o Flamengo e o São Paulo, tornam-no o “plano A, B e C” na visão do presidente da CBF.

Acompanhe mais notícias da Seleção Brasileira no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Brasileiro > É agora ou nunca! CBF quer acertar com Dorival até o começo da próxima semana