Salomon Rondon vai deixar o River: venezuelano quer vazar da Argentina

Salomón Rondón surpreendeu a diretoria do River Plate ao decidir deixar o clube devido a dificuldades de adaptação pessoal na Argentina. O artilheiro, que teve destaque na Taça da Liga, negocia sua saída em boas condições, com a intenção de retornar à Europa. O River, detentor de 100% de seu passe, busca uma rescisão antecipada com cláusula de cinco milhões de euros. Apesar de especulações sobre destinos no México e Equador, Rondón prefere voltar à Espanha. O treinador da Vinotinto expressou desejo de mantê-lo no River, destacando sua evolução e importância no time.

Salomón Rondón e sua agência de empresários surpreenderam a diretoria do River Plate com a decisão de deixar o clube. O motivo é puramente pessoal, já que nem ele nem sua família conseguiram se adaptar à vida na Argentina. O artilheiro da Taça da Liga cresceu ao longo de sua passagem pelo clube e agora negocia sua saída de Núñez em boas condições. O jogo do Troféu dos Campeões será seu último jogo.

De acordo com a ESPN, a comunicação à direção do River foi feita com o desejo de mudar de ares em janeiro de 2024, quando abrir a janela de transferências. Ressalta-se que Rondón tem contrato com o clube até dezembro de 2025 e foi um pedido expresso de Martín Demichelis, seu antigo colega de equipe no Málaga, na Espanha.

 

Vendeu a alma

O River é dono de 100% do passe do venezuelano. Pretende rescindir o contrato por meio de uma rescisão antecipada, que possui uma cláusula de rescisão de cinco milhões de euros. Los Millonarios pagaram dois milhões para obter os serviços do atacante da Vinotinto.

Apesar dos rumores de que ele foi vinculado ao Pachuca do México e ao Emelec do Equador, a ideia de Rondón é voltar para a Europa. El Gladiador prefere retornar à Espanha, onde já jogou no Las Palmas e no Málaga.

No entanto, o River ainda não tem uma solução para o assunto. Por enquanto, vai esperar para jogar a última partida da campanha de 2023 contra o Platense ou o Rosario Central, dependendo de quem vencer a Copa da Liga. “Veremos depois de 22”, disse uma fonte da diretoria do clube.

Os números de Salomón Rondón no River Plate

O jogador natural de Caracas chegou ao River em 30 de janeiro de 2023. Desde então, disputou 35 jogos com a camisa do Millonario. Estreou-se na Copa Libertadores e participou de todos os torneios disputados pelo clube no futebol argentino. Ele tem 10 gols, dois cartões amarelos e uma expulsão, que foi na taça internacional, em 1.616 minutos.

Foi o melhor marcador da Taça da Liga Profissional, com cinco gols, um deles contra o Boca Juniors em La Bombonera. Além disso, conquistou o título da Liga Profissional com quatro gols no torneio.

Martín Demichelis defendeu-o na época, quando foi criticado nos seus primeiros jogos pelo clube. Era evidente que ele tinha dificuldades para se adaptar ao River Plate e a um novo país depois de mais de dez anos no futebol europeu.

É preciso ter cuidado quando se trata de criticar jogadores desta envergadura. A hierarquia não se ganha de um jogo para o outro, não se compra. E Salomón é um jogador com um histórico extraordinário. Só tivemos de ser pacientes. Só agora é que ele está ganhando velocidade em muitas coisas, mesmo a nível cultural, começou.

Quando um jogador chega ao exterior, mesmo que seja um jogador do River Plate, ele é considerado um imigrante. A papelada na América do Sul não é como em outras partes do mundo, então ele teve dificuldades para colocar tudo em ordem enquanto se preparava para ser titular no clube.

É preciso saber que lhe custou muito obter o bilhete de identidade, comprar uma casa, comprar um carro, mudar de escola. Há tantas coisas que ocupam e preocupam emocionalmente um jogador, concluiu Demichelis.

Bocha Batista quer que ele fique no River

Fernando Batista, o treinador da La Vinotinto, disse à TNT Sports que quer que o jogador fique no River Plate. Os rumores de saída são antigos, mas Bocha falou com Rondón antes de toda esta situação.

Ele pagou, logicamente, essa adaptação sem pré-temporada num clube que te exige, e ele sabia disso. É um avançado que faz o trabalho sujo por ti, quem não o vê pensa que ele só joga bem quando marca um gol. Ser o nove do River não é fácil, mas hoje está muito melhor e pode dar muito mais. Gostaria que Rondón ficasse no River, comentou o argentino.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 01 de Março 2024

KTO Sport

Bônus

R$ 200

EsportesdaSorte Sports

Bônus

R$ 300

BC.Game Sports

Bônus

R$ 1.080.948

Parimatch Sports

Bônus

R$ 500

Moonster Sport

Bônus

-

Starda Sports

Bônus

R$ 500

Legend Play Sports

Bônus

R$ 1.750

Roobet Sports

Bônus

R$ 80

Royalistplay Sports

Bônus

R$ 500

Leovegas Sport

Bônus

R$ 150

IZZI Sport

Bônus

R$ 500

Bet7k Sports

Bônus

R$ 7.000
Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Sul-Americano > Liga Profissonal Argentina > Salomon Rondon vai deixar o River: venezuelano quer vazar da Argentina