Quase fechado com o Palmeiras, e-mail que confirma acordo de compra de Caio Paulista pelo São Paulo é vazado!

A disputa entre o São Paulo e o Palmeiras pelo lateral Caio Paulista ganhou um novo capítulo. Após o presidente do São Paulo afirmar que a contratação estava quase fechada, o Palmeiras surgiu na disputa, dando um chapéu no Tricolor. O agente do jogador, Eduardo Uram, chegou a culpar o são Paulo por não ter avançado nas negociações. No entanto. documentos internos vazados pelo jornalista André Hernan revelaram contradições nas declarações do empresário do jogador. Entenda o caso aqui.

Recentemente, o presidente do São Paulo, Julio Casares, afirmou publicamente que a contratação do lateral Caio paulista estava praticamente concluída. Pouco tempo depois, estourou a notícia de que o Palmeiras atravessou a negociação e estava quase fechando com o jogador.

Em mais um capítulo dessa novela, documentos internos da negociação foram divulgados, colocando em contradição o que o empresário Eduardo Uram, agente do jogador, falou à mídia, culpando o Tricolor por não ter fechado a compra no prazo estipulado

Pego na mentira?

De acordo com o empresário, a falta de interesse do São Paulo durante as negociações deu a entender que o clube não estaria interessado na compra do lateral. No entanto, o repórter André Hernan, do portal UOL Esporte, trouxe à tona documentos via e-mail que, aparentemente, contradizem as declarações de Eduardo Uram.

No documento, Alexandre Uram, filho de Eduardo e também agente de Caio,manifestou positivamente a favor da permanência do jogador no Morumbi, alegando a felicidade de Caio no São Paulo e o interesse em uma permanência definitiva. Além disso, parece confirmar o acordo de compra com pagamento ao Fluminense parcelado, e não à vista

À vista ou parcelado?

Vale esclarecer que Caio Paulista pertence ao Fluminense, tendo sido emprestado ao São Paulo com opção de compra ao fim do empréstimo. O contrato entre os clubes estabelecia que o São Paulo desembolsaria 3,5 milhões de euros (R$ 18,8 milhões) ao Fluminense para adquirir o lateral em definitivo.

No entanto, problemas de fluxo de caixa levaram a diretoria são-paulina a buscar um parcelamento do valor, propondo quitar a quantia em quatro vezes, nos meses de fevereiro e agosto de 2024 e 2025. O e-mail divulgado confirma que o empresário havia concordado em propor ao Fluminense o parcelamento da compra do jogador.

Confira na íntegra o e-mail vazado

“Venho através deste reafirmar que o Caio está muito feliz no São Paulo e tem o maior interesse em permanecer de forma definitiva no clube, nas condições que apontamos no email anterior.

Ajustando-se o contrato do Caio, iremos impor ao Fluminense que a escolha do Caio foi de permanecer no SPFC, em detrimento de outros clubes interessados.

Desta forma, iremos conseguir com que o Fluminense concorde em parcelar o preço já ajustado pela transferência em 4 parcelas, a serem pagas nos meses fevereiro e agosto de 2024 e de 2025.

Entendo que desta forma o interesse de todas as partes envolvidas estariam contemplados (sic), aguardamos seu posicionamento.”

Acompanhe notícias do Tricolor no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Brasileiro > Brasileirão Série A > Quase fechado com o Palmeiras, e-mail que confirma acordo de compra de Caio Paulista pelo São Paulo é vazado!