De volta para minha terra: O Olympique de Lyon vai mandar brasileiro para casa

O Olympique de Lyon está prestes a confirmar o empréstimo de Jeffinho ao Botafogo por seis meses, buscando recuperar sua forma. O atacante carioca, adquirido por 10 milhões de euros no último mercado de inverno, enfrentou críticas pela venda, atribuída a John Textor, proprietário do Botafogo. Jeffinho, antes considerado promissor no futebol brasileiro, retorna ao Brasil para reerguer sua carreira em 2024. A equipe francesa também negocia a iminente venda de Rayan Cherki.

O Olympique de Lyon está próximo de confirmar o empréstimo de Jeffinho ao Botafogo em janeiro. O futebolista brasileiro se unirá à equipe alvinegra com um contrato de seis meses. Devido ao seu fraco desempenho desde sua chegada em janeiro de 2023, o clube francês optou por um retorno ao seu clube de coração para recuperar sua forma.

O atacante carioca chegou no último mercado de inverno por 10 milhões de euros. A venda gerou muitas críticas a John Textor. O dirigente é o proprietário majoritário do Botafogo, e a transferência de Jeffinho para o Lyon foi uma mera formalidade. Torcedores brasileiros ameaçaram o dirigente por causa da venda.

Já teve dias melhores

Desde sua chegada à França, o atacante não conseguiu apresentar bom futebol. Sob o comando de Fábio Grosso, ele não teve nenhuma chance em campo. Ao mesmo tempo, Pierre Sage também não lhe dá um lugar no time titular. Os minutos que teve nesta temporada foram no banco de reservas.

Jeffinho foi considerado um dos jogadores mais promissores do futebol brasileiro em 2021. Sua revelação no Botafogo surpreendeu muitos olheiros do futebol mundial. No final, o Olympique levou-o por uma quantia generosa de dinheiro. Agora, ele voltará ao seu país para relançar sua carreira em 2024.

O futebolista brasileiro se junta a outros jogadores que deixaram o clube em janeiro. A venda de Rayan Cherki está iminente, faltando apenas acertar alguns detalhes entre a equipe da Premier League e o Lyon. Por outro lado, tudo indica que Alexander Lacazette permanecerá na equipe, junto com Corentin Tolisso.

Olympique de Lyon em Seu Melhor Momento da Temporada

Os Gones começarão 2024 em uma boa posição no campeonato francês. Terminaram o ano fora da zona de rebaixamento. Esperam subir na tabela nos primeiros meses do ano. Seu primeiro jogo do ano será na Taça de França. Trata-se de uma boa oportunidade para a equipe de Sage afirmar seu bom futebol.

O Lyon está somando três vitórias consecutivas. Venceu duas equipes dos cinco primeiros da tabela: AS Monaco e Racing de Lens. Entre janeiro e fevereiro, os brancos têm um calendário mais fácil do que as outras equipes da Ligue 1.

Nesta fase, a direção do clube optará por dar continuidade a Sage. Se o treinador francês mantiver sua boa forma na segunda metade da temporada, a direção poderá propor-lhe um contrato de um ano. Este será um mês decisivo para Pierre no comando do banco do Lyon.

 

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > França > Ligue 1 > De volta para minha terra: O Olympique de Lyon vai mandar brasileiro para casa