Romário e Edmundo revivem briga e filhas fazem chacota: ‘amigas’

Publicado :

A polêmica entre Romário e Edmundo, ressuscitada no documentário 'A Mão do Eurico' no Globoplay, trouxe à tona a antiga rivalidade entre os ex-jogadores, destacando Romário atribuindo a Edmundo a culpa pela derrota do Vasco no Mundial de 2000. Apesar das discordâncias históricas, as filhas dos ídolos, Danielle Favatto e Ana Carolina Sorrentino, demonstraram amizade e maturidade ao rirem da situação nas redes sociais. O documentário explora o auge da crise no Campeonato Carioca de 2000, enfatizando o incidente que levou Edmundo a perder um pênalti importante.

Uma polêmica do passado entre dois ícones do futebol brasileiro, Romário e Edmundo, ressurgiu das cinzas durante com uma polêmica, para as gravações para o documentário ‘A Mão do Eurico’, da Globoplay. Apesar da controvérsia parecer ter sido deixada para trás há anos, Romário não hesitou em atacar Edmundo, atribuindo  ao Animal a culpa pela derrota do Vasco para o Corinthians, na final do Mundial de 2000. A polêmica gerou risadas entre suas filhas.

Amigas para sempre

A curiosidade irônica dessa rivalidade requentada é que as filhas de ambos os craques, Danielle Favatto, filha de Romário, e Ana Carolina Sorrentino, filha de Edmundo, não apenas testemunharam o renascer da celeuma, mas também demonstraram um forte vínculo de amizade nas redes sociais, a despeito da clássica inimizade entre dois dos maiores jogadores brasileiros da década de noventa.

Pelo contrário, Danielle e Ana Carolina não somente são amigas, como comadres, com Ana Carolina sendo madrinha da filha de Danielle. Em uma troca de mensagens revelada por Danielle nas redes sociais, enquanto riam da situação, Ana Carolina comentou sobre a atitude infantil dos pais, destacando a peculiar relação entre Romário e Edmundo.

Cria de Romário, Danielle postou fotos ao lado de Carol e, em seguida, a troca de mensagens que teve com a filha de Edmundo, de quem é comadre:

– O que eles aprontaram agora? Perdi – perguntou Carol.

Danielle respondeu:

– Meu pai chamou o seu de c… .

– hahaha. São duas crianças – disse a filha de Edmundo.

Mágoa antiga

A declaração bombástica de Romário no documentário, culpando Edmundo pela derrota no Mundial de 2000, não passou batida. Romário, considerado um dos maiores atacantes da nossa história, reviveu o incidente que marcou o ponto culminante da crise entre ambos durante o Campeonato Carioca de 2000. Na ocasião, Edmundo perdeu a quinta penalidade, e o Corinthians levou a taça da Fifa pela primeira vez, num jogo que terminou em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação. 

O auge da crise entre Romário e Edmundo durante esse campeonato e a subsequente ironia do ex-camisa 11 tornam esse episódio um acontecimento importante na história do futebol nacional, repercutindo e gerando notícia até os dias atuais.

Não topou

Vale ressaltar que Edmundo, convidado para depor na série documental, recusou-se a participar. O documentário ‘A Mão do Eurico’, disponível no Globoplay, fala sobre Eurico Miranda, um dos maiores cartolas do futebol brasileiro, lançando luz sobre os bastidores de anedotas históricas do esporte, como essa.

A decisão de Edmundo em manter-se à fora das entrevistas, no entanto, deixa Romário como o protagonista de suas apimentadas declarações. Com o Animal em silêncio, um elemento intrigante salta à narrativa: seria um trauma não curado, desprezo pela figura de Miranda, ou uma rivalidade mais do que acesa? Talvez tudo junto!

Acompanhe no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 13 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Brasileiro > Romário e Edmundo revivem briga e filhas fazem chacota: ‘amigas’