Messi no Milan? Maldini faz revelação interessante

Paolo Maldini revelou que tentou trazer Lionel Messi para o Milan em 2021, mas enfrentou desafios financeiros. O ex-diretor destacou a dificuldade em competir com a oferta milionária do Paris Saint-Germain.

Paolo Maldini revelou um dos seus segredos mais bem guardados. A lenda italiana tentou levar Lionel Messi para o Milan em 2021, quando era diretor de estratégia e desenvolvimento esportivo do rossonero. Ele revelou isso em um diálogo com o PoretCast, uma série de entrevistas e depoimentos coletados pela Milan Press.

“Durante dez dias, tentamos trazer o Messi para Milão, mas depois percebemos que era impossível. Agora é tarde, mas um jogador como Messi é um espetáculo para todos. Quando li que ele poderia ir para o Inter, fiquei assustado”, explicou o ex-diretor do clube do seu coração.

Quando Messi foi dispensado do Barcelona na janela de transferências do verão de 2021, todas as equipes começaram a fazer contas para ver se podiam suportar tal investimento. No entanto, houve um dos pretendentes que só veio à tona nos últimos dias.

Não foi a primeira vez que Maldini expressou sua admiração por Messi. Há alguns anos, ele participou de uma entrevista à ESPN em sua sede no Reino Unido e disse que teve a sorte de nunca ter jogado contra La Pulga. Quando a oportunidade surgiu, o argentino se machucou e perdeu o jogo. “Tive sorte”, acrescentou com uma gargalhada.

No entanto, isso não passou de um sonho, pelo menos com a instituição rossonera, uma vez que foi demitido do cargo de diretor esportivo em junho deste ano devido a divergências com o proprietário do clube, Gerry Cardinale.

Curiosamente, agora que Messi está em Miami, ambos estão mais próximos. Maldini fundou o Miami FC em 2015, uma equipe da USL, a segunda liga de futebol dos EUA.

Qual foi o impedimento para contratar Messi?

A contratação de Messi seria um problema para as finanças do Milan. Eles não tinham como competir com a oferta do Paris Saint-Germain. A capital francesa ofereceu um contrato de dois anos com a opção de renovação por mais um ano.

Além disso, colocaram na mesa um salário de 37 milhões de euros com um bônus de 13 milhões se determinados objetivos fossem atingidos. No entanto, o The New York Times destacou que se tratava de apenas 35 milhões de dólares – esse fato nunca foi verificado.

Há uma grande diferença entre esse montante e o que é pago aos jogadores do plantel rossonero. De acordo com o portal Foot Mercato, o jogador que recebe mais dinheiro é Theo Hernandez, defensor francês, com um salário de 4 milhões de euros por ano. Em segundo lugar, estão empatados Olivier Giroud e Fikayo Tomori com 3,5 e Alessandro Florenzi com 3.

Por outro lado, essa temporada foi marcada pela pandemia. Portanto, muitos clubes enfrentaram crises financeiras, tornando a tarefa impossível.

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > Itália > Serie A Itália > Messi no Milan? Maldini faz revelação interessante