Pra você eu digo sim: Cholo Simeone renova contrato com o Atlético de Madrid

Publicado :

Diego Pablo Simeone estendeu seu contrato com o Atlético de Madrid por mais três anos, consolidando uma permanência de 15 anos no clube. Após negociar uma significativa redução salarial, Simeone continuará liderando o time e assumirá os custos da sua equipe técnica, exceto pelo preparador físico Óscar Ortega. Ao longo de sua extensa trajetória, Simeone conquistou oito títulos, tornando-se o treinador mais bem-sucedido na história do clube. A decisão de renovar destaca a excepcional estabilidade do técnico em um cenário futebolístico marcado por mudanças frequentes.

Mais três anos à frente do Atlético de Madrid: Simeone renova contrato

Diego Pablo Simeone estendeu o seu contrato de trabalho com o Atleti, o clube da sua vida, até 30 de junho de 2027, caminhando assim para os 15 anos em Madrid.

Os rumores das últimas semanas se confirmaram. O clube colchonero anunciou a continuidade do treinador argentino, que já assinou seu novo contrato nos escritórios do Metropolitano. O anúncio ocorreu às 19:03 horas, horário espanhol, em referência ao ano de fundação do clube, 1903.

Há uma semana, Natalia Simeone, irmã e agente de Diego, reuniu-se com Miguel Angel Gil Marin, diretor executivo do clube, para tratar do novo contrato do seu irmão. Desde então, tanto Marin quanto Simeone evitaram falar sobre o assunto em declarações à imprensa, mas foi apenas uma questão de horas até que o acordo fosse confirmado.

 

Redução salarial

E a história continua. Segundo o Mundo Deportivo, o estrategista argentino solicitou uma redução em seu salário, passando a receber cerca de 11,5 milhões de euros líquidos pelos próximos três anos. Em seu contrato anterior, o valor era superior a 24 milhões, tornando-o, por muito tempo, o treinador mais bem pago do mundo.

Uma redução de mais da metade do que ele ganhava anteriormente. Além disso, Cholo arcará com o pagamento de toda a sua equipe técnica, exceto Óscar Ortega, o preparador físico do Rojiblanco, que negocia seus contratos de trabalho de forma independente.

O que é certo é que está feito. Os torcedores continuarão entoando o “Olé, Olé Olé, Cholo Simeone” nas arquibancadas do Metropolitano. Desde sua chegada, ele está há 12 anos à frente do seu querido clube. Se cumprir o contrato, serão 15 anos e seis meses de dedicação. Simeone chegou a Madrid em dezembro de 2011.

 

Simeone e Atleti, um casamento de outrora.

Sim, de longa data. Manter um treinador por tanto tempo já não é comum no futebol atual. O Atlético de Madrid fez questão de enfatizar isso em seu comunicado oficial:

O treinador argentino é o recordista de jogos à frente da nossa equipe na história do clube, o mais bem-sucedido – com oito títulos – e o que treinou a mesma equipe por mais épocas consecutivas na LaLiga.

Com 642 jogos no comando, Simeone ainda está longe do top 10 dos treinadores com mais tempo de serviço em uma única equipe, onde nomes como Alex Ferguson, Guy Roux ou William Maley duraram duas décadas ou mais. No entanto, todos eles iniciaram suas atividades, pelo menos, no século passado.

Simeone está no Atlético há praticamente metade do século XXI, sendo o treinador que mais tempo permaneceu nesses tempos modernos, em que os resultados destroem instantaneamente qualquer tipo de processo. Foram os resultados que levaram El Cholo à situação atual.

Como mencionado no comunicado, são oito títulos: duas La Liga (2013/14, 2020/21), uma Copa do Rei (2012/13), duas Ligas Europa (2011/12, 2017/18), duas Supertaças Europeias (2012, 2018) e uma Supertaça da Espanha (2014).

Muitos consideram, além desses títulos, as duas finais da Liga dos Campeões em 2014 e 2016, finais que na época levaram o clube ao segundo lugar no ranking de clubes da UEFA. A era Simeone é, sem dúvida, o período de maior sucesso nos 120 anos de história do clube, e parece que ainda há mais por vir.

Será que ele conseguirá a tão esperada Champions antes do término de seu novo contrato? Cholo certamente tentará mais uma vez.

Diego Simeone, um herói e um vilão

Durante a década e meia em que foi treinador do Atlético, Simeone recebeu críticas e elogios dos mais diversos. Aqui estão algumas citações que definem o trabalho de Diego Simeone no Atlético de Madrid.

“Éramos a melhor equipe do mundo até a chegada de Simeone.”

Roberto Firmino, em sua autobiografia de 2023

O brasileiro relembrou a derrota em 2020 de sua antiga equipe, o Liverpool, que estava invicta há 26 jogos.

“As críticas que hoje lhe são dirigidas e ao Atlético de Madrid tresandam a hipocrisia: porque é que alguém quer ganhar todos os jogos? Diego Simeone nunca tem um momento de tédio. Se há um treinador no mundo que eu gostaria de ver na Premier League, esse treinador é Diego Simeone.”

Jamie Carragher, no The Telegraph, 2022

Outro ex-jogador do Liverpool deu a sua opinião sobre Cholo em a sua coluna de opiniãoapós o jogo dos quartos de final entre o Atlético de Madrid e o Manchester City.

“Tu, que estás sempre a dizer que só é bom ganhar e que és um vencedor, não te tornas um perdedor de quarta categoria com isto. É a própria vida. Hoje foi a tua vez de perder. Isto tem de vos ensinar. Diego Pablo. Mandaste o River para a B. A história negra do River está ligada a ti. Fizeste a pior campanha da sua história ao deixá-lo em último lugar.”

Alejandro Fantino, 2022

O jornalista argentino criticou duramente seu compatriota quando este perdeu na fase de grupos da Liga dos Campeões de 2022-2023.

“Se decidi assinar por tantos anos é porque considero o Atlético de Madrid como uma família.”

Diego Simeone, durante sua primeira renovação em 2013

 

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 13 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > Espanha > La Liga > Pra você eu digo sim: Cholo Simeone renova contrato com o Atlético de Madrid