Xavi entrou em pânico antes de jogo da Champions

Publicado :

O Barcelona enfrenta desafios significativos devido a lesões e suspensões de jogadores-chave, incluindo Frankie de Jong, Pedri, Koundé, Raphinha, Lewandowski e Sergi Roberto, além da suspensão de Gavi. Xavi Hernández, o treinador, adotou uma abordagem prática, confiando em jogadores menos experientes e enfatizando a importância de manter a identidade de jogo do Barcelona. Embora enfrente dificuldades, ele permanece otimista quanto à capacidade de sua equipe de competir. Além disso, o Clássico contra o Real Madrid está no horizonte, com a possibilidade de alguns jogadores lesionados retornarem.

O Barcelona tem seis jogadores lesionados e um suspenso para o jogo da Champions

Xavi Hernández teve um plantel limitado para o jogo da terceira rodada da Liga dos Campeões entre o Barcelona e o Shaktar, na quarta-feira.

O treinador do Barcelona não contou com os jogadores lesionados Frankie de Jong, Pedri, Koundé, Raphinha, Lewandowski e Sergi Roberto para a formação, e na conferência de imprensa pré-treino confirmou que não iriam jogar porque “não estavam a 100%”. No entanto, não baixou a cabeça e mostrou-se determinado a enfrentar as adversidades:

“Não é o ideal ter tantas lesões, mas é assim que as coisas são (…) Não estamos aqui para nos queixarmos, estamos aqui para competir. Jogar melhor do que na primeira parte do outro dia. Temos de melhorar para ganhar. Não será uma desculpa ter tantas ausências”,

afirmou.

Além dos lesionados, Xavi também não pôde contar com Gavi, que está suspenso. Sobre a sua ausência, comentou que “iria fazer falta”. Reconheceu também que o atleta tinha um “nível muito elevado, com e sem bola”.

 

 

Sem opções! Xavi também não contou com Marc Guiu

Diante da redução do seu plantel, Xavi planeava voltar a utilizar Marc Guiu, jogador da casa que surpreendeu a todos na última temporada da liga quando marcou o gol da vitória contra o Athletic Club. No entanto, foi noticiado que o Culé havia sido selecionado pela Espanha para o Campeonato do Mundo Sub-17, estando de baixa durante um mês. Isso alterou os planos de Xavi.

“Penso que no caso dele, no caso de Fermín, Lamine… são pessoas humildes e têm os pés no chão. Marc treinou até o fim, como todo mundo”,

comentou sobre o jovem de 17 anos.

Guiu foi o destaque da 10ª rodada da LaLiga, que foi a sua estreia na equipe principal. Em uma situação semelhante, devido ao grande número de saídas, o técnico teve de olhar para as suas opções na Masia e recrutou o jovem Azulgrana, que não desiludiu.

Desta vez, em um cenário tão apertado, decidiu optar por uma abordagem prática e trabalhar com o que sabia:

“Não creio que seja altura de experimentar coisas ou de fazer coisas estranhas. Temos de ser práticos e mostrar a nossa identidade. Não vamos fazer nada de novo. Apenas o que temos vindo a fazer. Isto é futebol. Temos de voltar ao sítio de onde viemos”,

explicou.

Seis jogadores lesionados e um suspenso para o jogo da Liga dos Campeões

Xavi Hernández terá um plantel limitado para o jogo da terceira rodada da Liga dos Campeões entre o Barcelona e o Shaktar, na quarta-feira.

O treinador do Barcelona não contou com os jogadores lesionados Frankie de Jong, Pedri, Koundé, Raphinha, Lewandowski e Sergi Roberto para a formação, e na conferência de imprensa pré-treino confirmou que não iriam jogar porque “não estavam a 100%”. No entanto, não baixou a cabeça e mostrou-se determinado a enfrentar as adversidades:

“Não é o ideal ter tantas lesões, mas é assim que as coisas são (…) Não estamos aqui para nos queixarmos, estamos aqui para competir. Jogar melhor do que na primeira parte do outro dia. Temos de melhorar para ganhar. Não será uma desculpa ter tantas ausências”,

afirmou.

Além dos lesionados, Xavi também não poderá contar com Gavi, que está suspenso. Sobre a sua ausência, comentou que “vai fazer falta”. Reconheceu também que tinha um “nível muito elevado, com e sem bola”.

 

O que nos espera no Clássico? Alguns jogadores lesionados vão regressar

O que nos espera no Clássico? Alguns jogadores lesionados vão regressar

“Estou convencido de que vamos ver um grande Barça apesar das ausências, estou convencido de que podem dar tudo, competir… os nomes que não estão aqui pesam… mas o modelo de jogo não muda em nada”,

afirmou.

Por outro lado, reconheceu a importância do jogo, que é para passar de faseSão adversários difíceis, dinâmicos e fortes. Não têm medo, jogam com alegria, atacam. Já fomos avisados. Se pensarmos que é fácil, corremos o risco de perder”, explicou.

Se o Barcelona vencer, receberá nove pontos em nove possíveisOs três pontos são vitais”, disse Xavi.

 

 

E quanto ao clássico? Alguns jogadores lesionados vão regressar

Outro jogo que preocuparia Xavi é o Clássico contra o Real Madrid. No entanto, o treinador mostrou-se otimista na conferência de imprensa e comentou que alguns dos jogadores lesionados poderiam “chegar ao sábado”, mas que tudo dependeria das suas sensações.

Felizmente, eles estão de volta Lamile Yamal e Baldeque jogaram na última rodada juntamente com Marc Guiu. E Pedri e de Jong poderão chegar em breve.

Em todo o caso, Xavi terá de encontrar um plano que não passe por forçar os seus atletas.

 

 

Acompanhe notícias do esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 21 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol Europeu > Champions League > Xavi entrou em pânico antes de jogo da Champions