Os 10 jogos mais emblemáticos da história do Campeonato da Europa

Publicado :

O Campeonato Europeu de Seleções proporcionou ao longo de sua história alguns dos maiores e mais emocionantes jogos do futebol. Destacam-se partidas memoráveis, como a vitória da Alemanha Ocidental sobre a União Soviética em 1972, o épico confronto entre França e Suíça na Euro 2020, a reviravolta da Turquia sobre a República Checa em 2008, a partida histórica entre a Checoslováquia e a Alemanha Ocidental em 1976, a emocionante disputa de pênaltis entre Inglaterra e Portugal em 2004, dentre outros. Confira!

O Campeonato Europeu de Seleções sempre proporciona grandes jogos, edição após edição. Desta vez, Esporte e Mídia apresenta os 10 melhores.

O Campeonato Europeu é o torneio mais desafiador para as seleções nacionais do Velho Continente, e é por isso que as equipes sempre entram com o desejo de vencê-lo. Na busca por essa vitória, cada equipe oferece aos seus torcedores grandes jogos. Esporte e Mídia apresenta os 10 jogos mais emblemáticos da história do Campeonato Europeu.

Não apenas apresentaremos jogos desta década, mas também retrocederemos até o século passado. Desde 1960, o Campeonato Europeu tem cativado o futebol europeu, e todos os países desejam chegar à final e se tornar campeões.

 

Os 10 jogos mais emblemáticos da história do Campeonato Europeu

10. Alemanha Ocidental 3-0 União Soviética – 1972

A melhor Alemanha da história foi nos anos 1970. Nessa época, os alemães dominaram o mundo, conquistando o Campeonato Europeu e a Copa do Mundo. Com Franz Beckenbauer e Müller comandando a equipe, os alemães venceram a União Soviética na final daquele ano.

Müller marcou dois gols e Wimmer anotou outro para a vitória alemã.

O que mais se destacou neste jogo foi a superioridade alemã sobre os soviéticos, que vinham de uma grande atuação na Euro’68.

Os 10 jogos mais emblemáticos da história do Campeonato da Europa: Alemanha Ocidental 3x0 União Soviética.

9. Espanha 12-1 Malta – 1984

Não foram onze, foram doze, como titulou o jornal Marca na época. Os espanhóis precisavam urgentemente de uma vitória no último jogo da fase de grupos, por 11 gols, para se classificar.

No início, parecia uma epopeia, mas La Roja a tornou real. Tão épico que até permitiram um gol e desperdiçaram um pênalti. Foi um dos maiores feitos da história e o maior feito do futebol espanhol, na opinião de Julio Maldonado, mais conhecido como Maldini.

Na edição de 2008, em que a Espanha foi campeã, turcos e tchecos protagonizaram um grande jogo no último dia da fase de grupos. Ambas as equipes buscavam a classificação, já que tinham o mesmo número de pontos.

A República Checa dominou o jogo na primeira metade e abriu o placar com um gol de cabeça de Jan Koller. A Turquia não conseguiu conter os ataques tchecos. Mas na segunda metade, Arda Turan marcou o gol de empate com um chute de pé direito no poste a 15 minutos do fim. Em seguida, Nihat Kahveci empatou a partida após um erro crasso de Petr Cech aos 87 minutos. O jogo se tornou complicado para os tchecos, que não resistiram, e aos 90 minutos, Nihat completou a reviravolta com um gol espetacular. A Turquia se classificou para a próxima fase.

8. Turquia 3-2 República Checa – 2008

Na edição de 2008, em que a Espanha se sagrou campeã, os turcos e os checos fizeram um grande jogo no último dia da fase de grupos. Ambas as equipes buscavam a qualificação, pois tinham o mesmo número de pontos.

A República Checa dominou o jogo na primeira parte e abriu o placar graças a um cabeceamento de Jan Koller. A Turquia não foi capaz de contrariar os ataques checos. Já na segunda parte, Jaroslav Plasil aumentou a vantagem para 2-0.

Embora a reviravolta parecesse impossível, a 15 minutos do fim, Arda Turan marcou o gol do empate com um chute de pé direito. Depois, Nihat Kahveci empatou a partida após Petr Cech ter cometido um erro crasso aos 87 minutos. O jogo tornou-se difícil para os checos, que não resistiram e, aos 90 minutos, o próprio Nitah terminou a reviravolta com um gol maravilhoso.

A Turquia qualificou-se assim para a próxima rodada.

7. França 3-3 Suíça – 2020

A França é a equipe que mais protagoniza grandes jogos na Euro, seja vencendo ou perdendo, mas sempre jogando um bom futebol.

Um exemplo disso ocorreu nas oitavas de final da Euro 2020, quando a Suíça surpreendeu a França. Os suíços estiveram na frente por 1-0, mas os franceses não se deixaram abalar. Com dois gols de Karim Benzema e um belo gol de Paul Pogba, os franceses viraram o jogo. No entanto, a partida não terminou aí, pois a Suíça marcou mais dois gols, levando o jogo para a prorrogação.

Na prorrogação, nenhuma das equipes conseguiu se destacar. A decisão veio nos penaltis, quando Yann Sommer defendeu a cobrança de Kylian Mbappé, garantindo a classificação de sua equipe.

 

Os 10 jogos mais emblemáticos da história do Campeonato da Europa: França 3x3 Suíça.

6. França 4-5 Jugoslávia – 1960

Este foi o primeiro jogo da história do Campeonato da Europa e deixou muitos gols no placar A França confrontava a Jugoslávia, então favorita graças ao seu forte plantel, o que se refletiu no resultado final.

Galic abriu o placar aos 14 minutos da primeira parte para a Jugoslávia, mas a França reagiu de imediato e deu a volta por cima. Depois de uma vantagem de 2-1 na primeira parte, os iugoslavos não conseguiram travar a ofensiva francesa, que fez o 4-2, na metade do segundo tempo.

No entanto, a Iugoslávia reagiu rapidamente e recuperou a liderança. O resultado final foi 5-4 e uma surpresa para os rivais, que queriam começar o torneio com uma vitória.

5. Holanda 1 x 3 Rússia – 2008

E sim, o Euro 2008 foi um dos melhores graças ao número de equipes com grandes jogadores. Um exemplo claro disso é o confronto entre a Holanda e a Rússia, no qual os russos surpreenderam. Pavlychenko marcou o primeiro gol no início do segundo tempo, depois de um primeiro tempo sem oportunidades.

No entanto, a Laranja Mecânica empatou graças a um gol de cabeça de Ruud van Nistelrooy. Após o gol do empate, o jogo foi para a prorrogação com 1-1. Andrey Arshavin assumiu o comando da equipe e conduziu a Rússia à vitória. Primeiro, o atacante fez o passe para Torbinsky na segunda parte da prorrogação e depois marcou um gol maravilhoso com o pé direito para selar a vitória.

Com este resultado, a Rússia chegou às quartas de final do Campeonato da Europa pela primeira vez desde que se separou da União Soviética.

4. Inglaterra 2-2 Portugal – 2004

Portugal chegou ao Euro 2004 com uma equipe repleta de estrelas internacionais, como Luís Figo e Deco. Um jovem Cristiano Ronaldo também estava na equipe, desejando tornar-se uma grande estrela. No entanto, a Inglaterra marcou o primeiro gol com Michael Owen em uma situação de um contra um.

Apesar da superioridade da Inglaterra durante todo o jogo, Hélder Postiga empatou a partida a sete minutos do fim. O atacante português cabeceou com maestria um excelente cruzamento de Simão, levando o jogo para a prorrogação.

Aos 101 minutos, Rui Costa marcou o 2-1 com um belo gol de pé direito, mas Frank Lampard empatou novamente a cinco minutos do fim.

Na disputa de pênaltis, o herói foi outro: Ricardo. O goleiro português defendeu o sexto pênalti sem luvas e, em seguida, converteu o pênalti que deu a vitória a Portugal.

3. Checoslováquia 2-2 Alemanha Ocidental – 1976

A final do Euro 1976 foi um dos melhores jogos da história de todos os campeonatos de seleções. Nesse jogo, os alemães eram os favoritos, depois de terem se sagrado campeões do mundo em 1974.

No entanto, a Checoslováquia e seus 11 jogadores tinham um roteiro diferente do desejado pelos alemães. Primeiro, Svehlík marcou para fazer o 1-0, e depois Dobias aproveitou uma má saída de bola de Franz Beckenbauer para marcar o segundo gol.

Dieter Müller marcou um gol de voleio para os alemães, e pouco antes do final do jogo, Holzenbein empatou para forçar a prorrogação. Como não houve gols na prorrogação, a final foi decidida por cobrança de pênaltis, e teve um protagonista: Antonín Panenka.

O checoslovaco marcou o quinto pênalti para sua equipe, chutando a bola contra o goleiro. A partir daí, os jogadores começaram a usar essa técnica.

2. França 3-2 Portugal – 1984

No Estádio Vélodrome de Marselha, o melhor jogo da Euro 1984 foi disputado, onde os anfitriões venceram Portugal nas semifinais do torneio.

Domergue deu a vantagem aos franceses aos 24 minutos com um gol de falta espetacular. Os franceses estiveram perto de ampliar sua vantagem em várias ocasiões, mas faltou eficácia. Assim, Portugal aproveitou para empatar no segundo tempo com um gol de cabeça de Rui Jordão.

Na prorrogação, Jordão marcou seus dois gols com um voleio, colocando os franceses contra as cordas. Domergue não ficou atrás e marcou seus dois gols aos 114 minutos para dar a vitória à sua equipe. Michel Platini também marcou o terceiro gol.

Uma reviravolta épica repleta de grandes gols.

Os 10 jogos mais emblemáticos da história do Campeonato da Europa: França 3x2 Portugal.

1. Espanha 4-3 Jugoslávia – 2000

O jogo mítico, o mais icônico e um dos mais recentes do ranking. Não houve outro igual: a Espanha conquistou uma grande vitória sobre a Iugoslávia.

Os espanhóis entraram na última rodada da fase de grupos com a possibilidade de se classificarem apenas se vencessem os Balcãs. Os iugoslavos só precisavam de um empate para garantir seu lugar nas quartas de final. No entanto, a Espanha queria fazer história.

Milosevic abriu o placar para os iugoslavos aos 30 minutos, e Alfonso empatou oito minutos depois. O jogo foi repleto de oportunidades de gol para ambas as equipes, que se mantiveram firmes. Govedarica marcou o segundo gol da equipe dos Balcãs, mas a Espanha voltou a empatar um minuto depois.

O jogo foi interrompido a favor da Espanha quando Jokanovic foi expulso aos 64 minutos. A partir daí, a Roja assumiu o controle total da partida. No entanto, foi o balcânico Komljenovic que marcou o terceiro gol de sua equipe com um voleio. Quando a Espanha parecia estar desanimando, Mendieta marcou o 3-3 de pênalti.

Para completar a façanha, Alfonso marcou um gol de pé esquerdo e classificou a Espanha para as quartas de final.

Os 10 jogos mais emblemáticos da história do Campeonato da Europa: Espanha 4x3 Jugoslávia.

Resultados dos melhores jogos da história do Campeonato Europeu

Jogo Resultado
Alemanha Federal vs. União Soviética 3-0
Espanha vs. Malta 12-1
Turquia vs. República Checa 3-2
França vs. Suíça 3-3 (Suíça nos penáltis)
França vs. Jugoslávia 4-5
Holanda vs. Rússia 1-3
Inglaterra vs. Portugal 2-2 (Portugal nos penalties)
Checoslováquia vs. Alemanha Ocidental 2-2 (Checoslováquia nos penalties).
França vs. Portugal 3-2
Espanha vs. Jugoslávia 4-3




Acompanhe novidades do Esporte no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

tops

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 16 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Os 10 jogos mais emblemáticos da história do Campeonato da Europa