De olho na ‘butique’ dela: Arábia Saudita quer comprar clubes europeus: Valência e Marselha, estão na mira

Publicado :

Um grupo ligado ao Fundo Público de Investimentos da Arábia Saudita (PIF) considera a aquisição de clubes europeus, com o Valencia, da Espanha, e o Olympique de Marselha, da França, uma possibilidade. Essa estratégia visa expandir a influência saudita no futebol global, revitalizando clubes com histórico, mas desempenho recente abaixo do potencial. Além disso, a Arábia Saudita demonstra seu compromisso com o esporte ao candidatar-se a sediar a Copa do Mundo de 2034, enquanto investe em times internacionais de alto perfil.

Se tem uma galera que soube chamar atenção nos últimos tempos, é o pessoal da Arábia Saudita. Eles têm se destacado no mundo do futebol, demonstrando um compromisso significativo e generoso com o crescimento do seu esporte nacional. Esse esforço não passa batido, com contratações astronômicas e a busca por aumentar sua influência global no cenário esportivo. Isso inclui não apenas a aquisição do Newcastle no final de 2021, mas também uma visível presença midiática, com contratações como a de Neymar e Cristiano Ronaldo, que geraram grande atenção e interesse.

De olho no Valencia e Olympique de Marselha

Agora, a mais nova notícia é o interesse deles em seguir conquistando peças-chave para dominar o futebol internacional. Um grupo vinculado ao Fundo Público de Investimentos da Arábia Saudita (PIF) está atualmente considerando a possibilidade de adquirir clubes europeus, com o Valencia, da Espanha, e o Olympique de Marselha, da França, em seu radar. De acordo com especialistas, ambos os clubes não deixam de ser escolhas atraentes devido ao seu porte equivalente ao do Newcastle, o qual foi adquirido pelo PIF no final de 2021. O Newcastle, por sinal, após sua aquisição, deu um salto qualitativo, conseguindo vaga para disputar a Champions League e até mesmo derrotando o PSG numa lavada de 4 a 1 recentemente, o que fortalece o argumento de que clubes com histórico podem ser revigorados.

Influência na Europa

E não se engane em achar que o foco é puramente esportivo. Os objetivos por trás dessa potencial aquisição de clubes europeus possuem o sentido de expandir a influência da Saudita no futebol global. Embora tanto o Valencia quanto o Olympique de Marselha tenham um histórico glorioso, o desempenho recente de ambos não é lá essas coisas, deixando de lado os seus respectivos legados. 

Portanto, ser adquirido por uma potência econômica, significaria uma oportunidade de garantir investimentos significativos e, possivelmente, revitalizá-los.Apesar disso, o proprietário do clube, Peter Lim,  parece estar relutante em vendê-lo. Segundo fontes, a condição para fazê-lo é garantir que o time tenha um novo estádio. Já o Olympique de Marselha não impôs objeções, sendo esta uma opção potencialmente mais viável.

Chuva de Grana

O balanço de tamanho aporte financeiro rolando é que, ao que parece, as minas do Rei Salomão, ou a história de Ali Babá, parecem ter mesmo acontecido para os lados de lá. Brincadeiras a parte, não é segredo que a Arábia Saudita tem feito enormes investimentos no futebol em todo o mundo. Além do Newcastle, o PIF é sócio-majoritário de clubes sauditas, como Al-Nassr, Al-Hilal, Al-Ittihad e Al-Ahli. Eles também não economizaram na contratação de jogadores renomados como Neymar e Cristiano Ronaldo, demonstrando esforços infinitos em elevar o status do futebol deles, e sua presença global. Além disso, a Arábia Saudita também lançou sua candidatura para sediar a Copa do Mundo de 2034, mostrando seu interesse em fazer parte do maior evento no mundo do futebol.

Acompanhe notícias do futebol Saudita no X (antigo Twitter):

Siga @esporteemidiabr no Instagram e Twitter e tenha acesso às nossas novidades através das redes sociais.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 19 de Julho 2024

Deixe um comentário

Você está aqui: Início > Futebol > Futebol de Seleções > De olho na ‘butique’ dela: Arábia Saudita quer comprar clubes europeus: Valência e Marselha, estão na mira